Brasília

Sivaldo Albino e deputado Fernando Rodolfo se reúnem com ministro Onyx

Prefeito eleito de Garanhuns foi em busca de investimentos e projetos do Ministério da Cidadania.

O prefeito eleito da cidade de Garanhuns, Sivaldo Albino (PSB), esteve em reunião com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni. A reunião também contou a com a participação do deputado federal Fernando Rodolfo e do chefe de gabinete de Sivaldo, Alexandre Marinho.

Sivaldo fez uma publicação no perfil do Instagram e disse que o objetivo da conversa foi falar sobre investimentos e projetos para o município de Garanhuns, no Agreste do Estado, a partir de janeiro de 2021.

“Conversamos sobre investimentos e projetos para Garanhuns através do Ministério da Cidadania, bem como a destinação de emendas do Deputado Fernando Rodolfo para transformar em ações para a nossa querida Garanhuns”, disse Albino no Instagram.

O prefeito eleito afirmou também que o momento é de união e de pensar no desenvolvimento da cidade de Garanhuns. Além disso, ele confirmou que o chefe de gabinete ocupará a vaga de secretário municipal.

Leia também:
>>>Em Garanhuns, Sivaldo Albino do PSB é eleito prefeito

Sivaldo Albino foi eleito no último dia 15 de novembro com 22.198 votos, um total de 34,39%. No pleito de 2020, o município de Garanhuns contou com 90.841 cidadãos aptos a votar. O principal concorrente do então prefeiturável era Doutor Silvinho (PTB).

Atraso

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou  que houve atraso na divulgação dos resultados da apuração do primeiro turno está atrasada devido a um problema técnico. Segundo o tribunal, uma lentidão no processo de totalização dos votos está causando demora na disponibilização das informações. tse, TSE confirma atraso na divulgação dos resultadostse, TSE confirma atraso na divulgação dos resultados

O TSE informou que os dados da votação estão sendo recebidos normalmente dos tribunais regionais eleitorais, mas a soma dos resultados está “mais lenta que o previsto”. Técnicos do tribunal estão trabalhando para resolver o problema e acelerar o processo de divulgação.

A Corte também esclareceu a lentidão não tem relação com a tentativa de ataque cibernético confirmado mais cedo pelo presidente, ministro Luís Roberto Barroso.

Leia a nota na íntegra:

ESCLARECIMENTOS

Em razão de uma lentidão no processo de totalização dos votos (soma dos votos), está ocorrendo um atraso para a divulgação dos resultados da apuração.

Os dados estão sendo remetidos normalmente pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e recepcionados normalmente pelo banco de totalização, que está somando o conteúdo de forma mais lenta que o previsto.

O problema está sendo resolvido pelos técnicos, para a retomada mais célere do processo de divulgação.

Ressaltamos que não há nenhuma relação com o vazamento de dados pessoais de servidores e nenhuma relação com a tentativa de ataque cibernético registrada pela manhã.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal