Esquema

Operação da PF mira em fraudes em contratos da saúde em municípios do Rio de Janeiro

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas prefeituras e secretarias de Saúde. Contratos investigados chegam a R$ 30 milhões.

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF), em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU), deflagraram hoje (24) a Operação Octopus para investigar contratos de saúde em cinco municípios da Região dos Lagos, no estado do Rio de Janeiro. Segundo a PF, os contratos sob investigação se aproximam de R$ 30 milhões.

A ação conta com a participação de 41 agentes públicos da PF, MPF e CGU que cumprem dez mandados de busca e apreensão nas prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde de Búzios, Araruama, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Iguaba Grande.

As investigações partiram do compartilhamento de informações da Operação Scepticus, na qual se apurou fraude na aplicação de recursos do Fundo Municipal de Saúde nos municípios de Carapebus e Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

Segundo a PF, os indícios apontam que o mesmo esquema criminoso pode estar sendo replicado nas cidades da Região dos Lagos, com vasto prejuízo aos cofres públicos. São alvos da investigação pelo menos sete contratações com as empresas envolvidas.

Dentre as suspeitas de fraude verificadas estão a escolha de empresas com sede em endereços residenciais, sem empregados e bens.Operação da, Operação da PF mira em fraudes em contratos da saúde em municípios do Rio de JaneiroOperação da, Operação da PF mira em fraudes em contratos da saúde em municípios do Rio de Janeiro

Agência Brasil

Ver mais: 

>> Polícia Civil de Pernambuco deflagra operação contra grupo que praticava crimes por meio de falsos leilões virtuais

>> Polícia Federal deflagra a maior operação do ano contra o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal