Eleições 2020

Em áudio, Túlio diz que Marília sugeriu rachadinha com assessores

De acordo com a publicação da Veja, a petista havia sugerido a ele para juntar um montante de R$30 mil por mês para financiar sua campanha. 

Uma matéria publicada pela Veja, na noite desta segunda-feira, aponta vazamento de áudios do Deputado Federal Túlio Gadêlha (PDT-PE) falando sobre suposto esquema de ‘rachadinha’ para financiamento da campanha da candidatura de Marília Arraes (PT). De acordo com a reportagem, nos áudios obtidos, com exclusividade pela revista, Gadêlha relata conversas que teve como Marília, “nas quais teria recebido dela a sugestão para embolsar parte dos salários dos servidores de seu gabinete, como forma de financiar sua futura campanha eleitoral… Nas gravações, Gadêlha diz que, em uma das conversas, Marília lhe perguntou: “Tu tá juntando fundo de caixa para a campanha? “Eu disse: ‘Tô vendo se junto um dinheirinho, tenho que pagar algumas coisas da campanha’”, relata a matéria. 
 
No áudio, reportado pela revista, Gadêlha havia ressaltado a importância da conversa ficar apenas entre ele e o interlocutor. No áudio, de acordo com a publicação da Veja, a petista havia sugerido a ele para juntar um montante de R$30 mil por mês para financiar sua campanha. 
 
A reportagem conta ainda que Túlio, durante a gravação, garantiu ter respondido para Marília que não pegaria dinheiro dos salários funcionários do gabinete: “Aí eu disse: ‘Não, não faço isso não, porque o que cada um recebe…’”. Foi quando Marília, segundo o deputado, concluiu que essa prática de pegar dinheiro de assessoria é comum entre os parlamentares: “Ah, Túlio, todo mundo faz isso, todo mundo faz”, ela teria dito, segundo reproduziu Túlio Gadêlha. 

 

Fonte: Diário de Pernambuco 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal