Eleições 2020

Em Porto Alegre, pesquisa aponta vitória de Melo contra Manuela D’Ávila

O levantamento da Paraná Pesquisas foi realizado de 17 a 19 de novembro.

Segundo o levantamento da Paraná Pesquisas, o candidato do MDB à prefeitura de Porto Alegre, Sebastião Melo, venceria a candidata Manuela D’Ávila (PC do B) no segundo turno.

A pesquisa foi realizada de 17 a 19 de novembro e mostra que o emedebista tem 61,80% das intenções de votos, enquanto a ex-deputada estadual tem 38,2% dos votos válidos.

O Paraná Pesquisas fez a pesquisa usando amostra de 800 eleitores entrevistados pessoalmente na capital gaúcha. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob o número RS-06700/2020.

Manuela teve desempenho melhor entre os jovens de 16 a 24 anos e as mulheres. Sebastião Melo é mais frequentemente escolhido por homens e eleitores com 60 anos ou mais.

Nos índices de rejeição, Manuela tem 49,6%, enquanto Melo tem 31% dos eleitores que declaram que não votariam de jeito nenhum no candidato.

Ver mais: 

>> Manuela D’Ávila adota visual conservador em campanha à Prefeitura de Porto Alegre

>> Ibope aponta Manuela D’Ávila como líder nas intenções de voto pela Prefeitura de Porto Alegre

Primeiro Turno

No primeiro turno, Melo venceu Manuela por uma pequena diferença de 13 mil votos (2,01%). Enquanto o emedebista recebeu 200.280 votos (31,01%), a candidata do PCdoB teve 187.262 votos (29%).

Apoio

A maioria dos candidatos derrotados no primeiro turno na eleição para a Prefeitura de Porto Alegre já definiu quem apoiar no segundo turno. O prefeito Nelson Marchezan Júnior, que terminou em 3º lugar com 21% dos votos, declarou que não irá apoiar ninguém no segundo turno.

Manuela D’Ávila, do PC do B, ganhou o apoio de Fernanda Melchionna, do PSOL, Juliana Brizola, do PDT, e Montserrat Martins, do PV. Além deles, a Rede Sustentabilidade, que estava na coligação com o partido de Juliana, aderiu à candidata.

Já Gustavo Paim, do PP, João Derly, do Republicanos, e Valter Nagelstein, do PSD, decidiram apoiar Sebastião Melo, do MDB. O PTB, de José Fortunati, que renunciou à disputa na semana anterior ao pleito, aderiu à candidatura do emedebista antes mesmo da eleição.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com