Encontro

Países do G20 debaterão soluções para crise causada pela pandemia

Presidente Jair Bolsonaro participará do encontro em formato virtual. Evento acontece neste sábado (21) e domingo (22).

A Cúpula de Líderes do G20, grupo das 20 maiores economias do mundo, ocorrerá em formato virtual hoje (21) e amanhã (22), com o tema Percebendo as oportunidades do século 21 para todos.
As conferências e pronunciamentos serão transmitidas pelo site do evento, que foi organizado sob a presidência pro tempore da Arábia Saudita.

O presidente Jair Bolsonaro deve fazer um pronunciamento pela manhã. Ontem (20), ele recebeu um telefonema do príncipe da Arábia Saudita, Mohammed Bin Salman, para discutir as relações entre os dois países e o trabalho no âmbito do G20.

“Os dois líderes debateram as possibilidades de fomento das relações bilaterais Brasil-Arábia Saudita e coordenaram esforços para a realização da Cúpula de Líderes do G20, sediada, este ano, virtualmente, pelo Reino Saudita”, informou a Secretaria Especial de Comunicação Social.

Soluções

Em comunicado, a organização destacou que a cúpula se concentrará em soluções para a crise socioeconômica gerada pela pandemia de covid-19, buscando “maneiras de restaurar o crescimento e construir um futuro melhor com inclusão, resiliência e sustentabilidade em seu cerne”.

“A cúpula deste ano tem mais significado, pois o mundo está olhando para os esforços do G20 em proteger vidas e meios de subsistência e ajudar na recuperação pós-pandemia. Os líderes do G20 também abordarão questões para preparar o caminho para uma recuperação econômica inclusiva, sustentável e resiliente e estabelecer as bases para um futuro melhor. Os objetivos da presidência saudita do G20 se concentram em capacitar as pessoas, protegendo o planeta e criando novas fronteiras”, diz o comunicado.

Agência Brasil

Resposta

Em resposta ao deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP), o governo brasileiro disse que irá insistir na distribuição de cloroquina e hidroxicloroquina para os estados e municípios caso o Brasil enfrente uma segunda onda da pandemia do novo coronavírus.

O documento de quatro páginas foi enviado pelo governo ao deputado depois que o mesmo questionou o Ministério da Saúde sobre medidas que serão adotadas pela pasta para “evitar, enfrentar ou amenizar os impactos da pandemia.

“Na possibilidade de ocorrer recrudescimento, em se mantendo as atuais Orientações do Ministério da Saúde para manuseio medicamentoso precoce de pacientes com diagnóstico da COVID-19, o Departamento de Assistência Farmacêutica (DAF/SCTIE) e Insumos Estratégicos continuará realizando o fornecimento aos Estados, Distrito Federal e Municípios dos 3 medicamentos atualmente distribuídos, quais sejam: Cloroquina 150 mg , Hidroxicloroquina 200 mg e o Oseltamivir”, diz trecho da resposta assinada pelo Centro de Operações de Emergência do Ministério da Saúde.

Confira aqui a resposta do governo na íntegra

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com