Mobilidade

CTTU requalifica 11 km de ciclovias do Recife para dar mais segurança aos ciclistas

As rotas cicláveis serão requalificadas com pinturas vermelhas, transformação de ciclofaixa em ciclovia, no caso de Brasília Teimosa, e recapeamento, no caso da Ciclovia da Avenida Norte.

A segurança viária dos ciclistas é um compromisso da Prefeitura do Recife, por isso, a Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano (Semoc) e a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), iniciaram uma requalificação em três ciclovias da capital.

Nesta sexta-feira (20), o trabalho será concluído em Brasília Teimosa e, até o final de dezembro, as ciclovias das avenidas Norte e Boa Viagem serão entregues requalificadas. Com esta ação, a PCR dá mais proteção a quem pedala e reafirma seu compromisso com a continuidade dos equipamentos.

A Ciclofaixa Brasília Teimosa recebeu um recapeamento e foi transformada em ciclovia, isto é, a CTTU implantou equipamentos como balizadores e tachões para marcar a separação do espaço do ciclista e faixa de rolamento, criando um espaço de segurança entre carros e bicicletas.

A ciclovia da Orla de Boa Viagem já está em processo de requalificação, com pinturas vermelhas, que tem sido utilizada desde 2019 no Recife para dar mais visibilidade aos ciclistas. A Ciclovia Norte também receberá recapeamento da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) e será beneficiada com manutenção de toda sua sinalização. Com isso, cerca de 11 km de faixas cicloviárias terão recebido manutenção.

Taciana Ferreira, presidente da CTTU, explica a importância de zelar pelo equipamento já existente.

“Para a cidade continuar avançando no caminho da cicloinclusão, é importante ampliarmos a rede de ciclofaixas, mas também olharmos para as que já funcionam e são utilizadas diariamente pelos recifenses. Começamos por esses três equipamentos, por serem importantes conexões, e queremos com isso aproveitar o máximo do seu potencial”, avalia a gestora.

Leia também:
>>>Em Beberibe, CTTU aumenta o espaço para travessias e aposta no urbanismo tático

Reconhecimento

Em 2019 a malha cicloviária de Recife foi considerada, em estudo realizado pelo Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP-Brasil), como a quarta rede mais acessível à população dentre as 20 maiores cidades do país. O estudo mostra que mais de 24% da população da cidade consegue acessar uma rede cicloviária a menos de 300 m de sua residência. Este ano, a capital foi reconhecida como a mais conectada do Norte-Nordeste pelo Ranking Conected Smart Cities – 2020. A mesma instituição aponta que Recife está entre as 10 melhores do país na área de mobilidade e acessibilidade no ano de 2020.

Da redação do Portal com informações da assessoria da CTTU

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com