Segurança

Pernambuco completa 38 meses de redução nos roubos

Em outubro de 2020, Pernambuco registrou 38,3% de diminuição nos crimes patrimoniais.

As mais diversas modalidades de roubo caíram em outubro de 2020, do litoral ao Sertão do Estado. Com o declínio nos assaltos, roubos e furtos de veículos, de celulares, de cargas, investidas contra ônibus e agências bancárias, Pernambuco completou 38 meses consecutivos de retração dos Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs).

Em toda a existência do Pacto pela Vida, a segunda maior sequência de redução englobou 19 meses (entre julho de 2009 e janeiro de 2011), ou seja, precisamente a metade da atual série. Ao longo desses 3 anos e dois meses de recuo, desde setembro de 2016 até o mês passado, houve 70.233 menos registros de delitos visando a subtração de bens em relação ao mesmo período anterior.

Outubro de 2020, o último mês dessa linha do tempo, teve uma diminuição de 38,3% nos CVPs, em relação ao mesmo mês de 2019 (de 6.159 queixas, no ano passado, caiu para 3.800). Compilando os dados desde janeiro, os dez meses somaram 44.381 roubos, uma diferença de -34,89% em comparação ao período equivalente de 2019 (68.163 casos). Tanto no mês como no acumulado do ano, essa redução verificou-se em todas as regiões do Estado.

“É um longo período de tempo em que os pernambucanos estão sofrendo menos com a ação de criminosos, com a subtração de bens e ameaça à integridade física. Em 38 meses, vivenciamos a pré-pandemia, a chegada da pandemia, o isolamento social mais rígido e, neste momento, a retomada da convivência nas vias públicas. Não ocorreu a onda de saques e arrombamentos que alguns imaginavam, e mantivemos a retração dos crimes patrimoniais quando as pessoas retornaram às suas atividades presenciais, com a reabertura dos serviços e da economia. A Covid-19 não paralisou o crime, mas as polícias intensificaram os trabalhos, da prevenção à repressão, para manutenção da ordem e proteção social em meio a um cenário socioeconômico complexo e de vulnerabilidade no Estado e em todo o País. Não estamos satisfeitos, ao contrário, porque conhecemos a realidade. Nossa meta é fazer a criminalidade, de uma forma geral, perder mais terreno para a cultura de paz e a cidadania”, diz o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

Ver mais:

>> Recife: SDS registra menor índice de roubos em 15 anos

NOVA REDUÇÃO HISTÓRICA NO RECIFE – Dos 16 meses de outubro passados desde o início da contagem estatística de roubos no Recife, o de 2020 apresentou a mais baixa incidência em toda a série histórica da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS). Os 1.370 CVPs registrados na cidade no 10º mês deste ano correspondem a quase metade dos 2.688 notificados no primeiro outubro da sequência, iniciada em 2005. Até então, o menor havia sido o de 2012, com 1.680. Em comparação com o mesmo mês de 2019, que computou 2.148 casos, a queda em outubro do ano atual chegou a -36,2%.

A capital pernambucana também acumula a redução mais significativa de janeiro a outubro entre as regiões. Houve -40,17% roubos, comparando esse intervalo em 2019 e em 2020. Uma diferença de 10.010 casos a menos: despencou de 24.921 para 14.911 ocorrências. Isoladamente em outubro, o Recife atingiu quase o mesmo patamar de diminuição, com -36,22%. Se no décimo mês de 2019 a Polícia Civil havia recebido 2.148 queixas, no mesmo período de 2020 foram 1.370.

pernambuco, Pernambuco completa 38 meses de redução nos roubos
Essa sequência já é o dobro da segunda maior série mensal de quedas da história do Pacto pela Vida. Entre julho de 2009 e janeiro de 2011, haviam sido 19 meses consecutivos de recuo. Gráfico: Governo de Pernambuco

AGRESTE TEM MENOS 4 MIL ROUBOS – Além do Recife, que se destacou com a maior retração de janeiro a outubro, todas as regiões apontaram queda no indicador nesse período, de 2019 para 2020. Mais de 4 mil roubos deixaram de acontecer no Agreste, cujo total passou de 12.640 para 8.431 (-33,3%). A Zona da Mata apresentou percentual semelhante, com – 32,76%, ao passar de 6.472 para 4.352 queixas. Desempenho próximo ao da Região Metropolitana (excluindo-se a capital), que saiu de 20.741 para 14.242 CVPs no período, ou -31,33%. Também com bom resultado, o Sertão retraiu de 3.389 para 2.445, variação de -27,85%.

ZONA DA MATA SE DESTACA NO MÊS – Levando em conta apenas outubro deste ano em relação ao de 2019, destaque para a Zona da Mata, onde os roubos caíram para quase a metade. Exatamente -48,48%, pois as ocorrências passaram de 623 para 321. Outra região com expressiva redução foi o Agreste, com -43,41% notificações de crimes contra o patrimônio (de 1.244 para 704). Na sequência vieram os municípios da RMR (salvo o Recife), que ficou em -35,34% por ter recuado de 1.842 para 1.191 casos. Já o Sertão mostrou decréscimo de 302 para 214 CVPs e terminou com -29,14%.

NENHUMA INVESTIDA CONTRA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA EM OUTUBRO – A Polícia Civil de Pernambuco não recebeu nenhuma queixa por crime violento contra agências bancárias, caixas eletrônicos ou carros-fortes no decorrer de outubro deste ano. Além disso, as investidas consumadas desde janeiro caíram 22% em relação ao mesmo intervalo de 2019, ao sair de 18 para 14 ocorrências. Neste período, 34 pessoas foram presas pela prática desse crime contra instituições financeiras.

OUTUBRO FOI O MÊS COM MAIOR NÚMERO DE RECUPERAÇÕES DE CELULARES – Com a ajuda do programa Alerta Celular, da SDS, as forças de segurança têm ampliado a apreensão de telefones roubados. Neste ano, outubro foi o mês com o maior número de recuperações: 1.222, de um total de 7.790 no acumulado do ano. O combate aos roubos desses equipamentos em Pernambuco também segue dando resultados, culminando com uma redução de 27,1% entre janeiro e outubro deste ano em relação a 2019. A população pode ajudar as Polícias Civil e Militar na recuperação de aparelhos: basta se cadastrar no Alerta Celular, pelo site www.sds.pe.gov.br. Ao registrar o IMEI do telefone e suas informações de contato, quem for vítima de roubo pode ter o aparelho de volta, caso policiais consigam apreendê-lo em abordagem ou operação.

ROUBO DE VEÍCULOS CAI MAIS DE 50% NA RMR – A Região Metropolitana do Recife apresentou, neste mês de outubro, uma redução de 53,07% nas ocorrências de roubo de veículos quando comparado ao mesmo período do ano passado. Em 2019, foram registrados 277 roubos e, em 2020, 130. O que significa dizer que foram menos 147 carros roubados. O Estado todo contabilizou uma retração de 44,41% neste tipo de crime, saindo de 1.074 para 597. Levando em consideração todos os dez meses já com estatísticas fechadas, Pernambuco teve -28,85% de ocorrências de veículos subtraídos de forma violenta de 2019 para 2020: de 11.107 para 7.903, mais de 3 mil investidas a menos.

MENOS INVESTIDAS CONTRA O TRANSPORTE DE CARGAS – O mês de outubro também se destacou pelas ocorrências de roubo de carga, com uma redução de 56%, saindo de 77, em outubro de 2019, para 34 neste décimo mês de 2020.

ROUBO A ÔNIBUS REGISTRA QUEDA – No último outubro foram registradas 41 ocorrências de roubo a ônibus, contra 60 casos no mesmo período de 2019, significando uma diminuição de 31,67%. No acumulado dos dez meses, a queda chegou a 25%, passando de 700 para 525.

Governo do Estado de Pernambuco

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com