Recife

Partido de Patrícia Domingos decide apoiar Marília Arraes no 2º turno

Presidente estadual do Podemos, deputado federal Ricardo Teobaldo emitiu nota de posicionamento sobre a decisão nesta manhã de terça-feira, dia 17 de novembro.

O Presidente estadual do Podemos, deputado federal Ricardo Teobaldo, nesta manhã de terça-feira, dia 17 de novembro, emitiu nota de posicionamento sobre a decisão de apoiar a candidata a prefeita do Recife, Marília Arraes. O partido disputou com a delegada Patrícia Domingos no primeiro turno a possibilidade de chegar ao comando da prefeitura da capital pernambucana.

Lei também: 

Eleições 2020: No Recife, João Campos e Marília Arraes disputam o 2º Turno

Confira a nota completa:

O Podemos apresentou ao Recife uma candidatura que representava a mudança, em oposição nítida ao candidato do PSB e à atual gestão do partido na capital pernambucana.

Mesmo tendo recebido mais de 100 mil votos dos recifenses, a candidata do Podemos não conseguiu chegar ao segundo turno, e já anunciou que irá se abster de apoiar qualquer candidatura nesta nova etapa eleitoral.

Mesmo respeitando a posição da candidata, o Podemos vem a público, e de forma institucional, declarar o seu apoio a Marília Arraes.

O motivo é simples: nestas eleições fizemos uma dura oposição ao PSB e enxergamos que esta oposição está representada de forma muito clara na candidatura de Marília, que é um quadro de renovação dentro de seu partido e, há muitos anos, faz oposição ao PSB, a despeito de posicionamentos divergentes de seus correligionários.

Por outro lado, deixamos claro que os militantes do Podemos têm a liberdade de escolher o seu próprio posicionamento.

Ricardo Teobaldo
Presidente Estadual do Podemos

Delagada Patrícia disse que não apoiaria nunca PT e PSB

No comitê localizado no bairro do Pina, Zona Sul do Recife, a Delegada Patrícia Domingos (Podemos), falou pela primeira vez sobre a derrota no 1º turno das eleições do Recife. Patrícia ficou em 4º lugar na colocação, e segundo turno foi definido entre João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT). No entanto, a delegada afirmou que não vai apoiar nenhum dos dois.

“Eu mantenho minha coerência. Não subo em palanque nem do PSB e nem do PT. De antemão, já adianto que o PT e PSB não terão meu apoio nem hoje e nem nunca. Votarei em branco”, bradou.

Patrícia discursou ao lado de Daniel Coelho (Cidadania), organizador da campanha da candidata, e do seu candidato a vice, Leo Salazar. Ela agradeceu o apoio obtido na sua primeira disputa eleitoral.

“Fizemos história! Estou muito feliz pela jornada que trilhamos e orgulhosa de ter vocês comigo. Hoje, nos despedimos do nosso comitê, onde vivemos momentos tão marcantes da campanha, com a sensação de dever cumprido e com a certeza de que vamos continuar acreditando em um novo futuro para o Recife”, disse.

Patrícia também reiterou o seu compromisso durante a campanha de combater a corrupção. Ela se colocou como símbolo da “verdadeira mudança” no Recife, mas viu sua força cair depois de receber apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ontem (15), Bolsonaro apagou a publicação na qual demostrava apoio a então candidata.

“Fizemos uma campanha lisa, limpa, que só foi possível graças aos apoiadores, vereadores, eleitores e todos que acreditaram com a gente na mudança. Estiveram do lado de quem combate a corrupção.
A vocês, só tenho a agradecer por compartilharem de todo o coração essa história de amor que tenho com o Recife”, reiterou.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com