Equívoco

Em Ipojuca, candidato descobre no dia da eleição que divulgou número errado durante a campanha

Caso de Rodolfo Cornetinha ganhou repercussão após ele ter divulgado número 70963, sendo que a numeração correta era 70936. Erro teria partido do Avante, o qual Cornetinha é filiado.

Já imaginou descobrir no dia da eleição que o número que você divulgou na sua campanha para vereador estava errado? Foi o que aconteceu com um candidato de Ipojuca, Litoral Sul de Pernambuco.

Durante toda a campanha, Rodolfo Cornetinha (Avante), pediu votos para o número 70963, mas o número correto era 70936. Cornetinha chegou a divulgar um vídeo nas redes sociais relatando o caso.

Essa foi a primeira vez que Cornetinha se candidatou a um cargo eletivo. Ele tem 27 anos e trabalha como palhaço, usando o nome Cornetinha.

No vídeo, ele disse que chegou a fazer duas músicas autorais para divulgar sua candidatura.

“Esse negócio da campanha, eu peguei o pessoal de surpresa, porque o pessoal pensava que era brincadeira. Eu trabalho como palhaço cornetinha. O número era 70963. Fiz duas músicas autorais, falando o número errado. O pessoal do partido que eu estava era para me ajudar, mas eu não me liguei. Eu não sei quem foi que errou. O número que eu pedi era o 70963. Tem os santinhos comigo”, contou.

O erro na numeração teria partido do Avante, no momento da solicitação dos números de Cornetinha ao Tribunal Superior Eleitoral de Pernambuco.

“Esse tempo todo divulgando meu número, pedindo para o pessoal votar em mim e, agora, em cima da hora, a eleição é hoje, domingo, 15 de novembro de 2020, eu peço a vocês que me ajudem. É 70936”, lamentou. Rodolfo Cornetinha obteve 30 votos e não foi eleito.

 
 

Ver mais:

>> Vídeo: Comemoração de vitória de vereador do Recife acaba em tiros para o alto

>> Vídeo: vice-prefeito joga dinheiro da sacada para comemorar reeleição

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com