Mobilidade

Em Beberibe, CTTU aumenta o espaço para travessias e aposta no urbanismo tático

O uso da ferramenta complementará o projeto da rota ciclável no local e dará mais possibilidades de travessias para os pedestres.

O Recife tem investido cada vez mais na humanização e no cuidado para que o espaço público seja usado por quem mais merece: as pessoas. Pensando nisso, uma nova sinalização foi implantada na Estrada Velha de Água Fria, em Beberibe, com o objetivo de chamar mais atenção para a giratória e aumentar o espaço dos pedestres na travessia. Além disso, sete novas faixas de pedestres foram implantadas no local. A sinalização passa a valer nesta quarta-feira (18).

A área com mais espaço para os pedestres e mais oportunidades de travessias foi implantada devido ao grande número de pessoas que andam a pé no local. Além de aumentar a área para pedestre, o novo desenho da via induz o condutor à redução de velocidade, também.

Leia também:
>>>CTTU facilita acesso à Rua Jean Emile Favre pela Avenida Recife

Essa técnica tem sido usada em toda a cidade como uma forma de educar o condutor para adequar a velocidade do veículo à da via que, neste caso, é de 40 km/h, devido à ciclofaixa no local. Em maio deste ano, a Estrada Velha de Água Fria recebeu a Ciclofaixa Beberibe, com 2,2 km de extensão, que se conecta com diversas rotas cicláveis e, juntas, formam 49,69 km interligados entre o Centro do Recife e a Zona Norte. A presidente da CTTU, Taciana Ferreira, destaca as melhorias na área.

“O diferencial desse projeto é que traz mais oportunidades de travessias para os pedestres e para os ciclistas na rotatória, o que garante mais segurança viária para essas pessoas, que devem ser protegidas no trânsito”, explica.

Esta mudança foi idealizada em parceria com a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global. Desde junho de 2020, a PCR tem contado com o apoio dessa iniciativa. O Recife tem recebido consultoria de técnicos especializados, além de uma rede internacional de organizações, que dão suporte às ações do poder público municipal em melhorias no gerenciamento de dados, infraestrutura, fiscalização, educação e comunicação.

Os parceiros vão oferecer apoio técnico e também financeiro à cidade para implementação de estratégias comprovadamente eficazes para prevenção de mortes e feridos no trânsito, em consonância com as melhores práticas internacionais na área.

Entre eles estão a OMS, National Association of City Transportation Officials – Global Designing Cities Initiative, Johns Hopkins International Injury Research Unit, World Bank’s Global Road Safety Facility, Vital Strategies e International Association of Chiefs of Police.

Da redação do Portal com informações da CTTU 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com