Eleições 2020

Carlos Viégas Jr. é um dos vereadores mais votados de Goiana

O parlamentar conquista mais um mandato e se torna um dos mais experientes entre os vereadores da nova legislatura.

Com 1.162 votos — ou 2,47% dos votos válidos — Carlos Viégas Jr., de 40 anos, (PSB), reelegeu-se como um dos vereadores mais votados da cidade de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, no domingo, 15 de novembro.
O advogado, que é presidente da Câmara Municipal pelo 2º ano consecutivo, conquista o 4º mandato e se torna um dos mais experientes entre os vereadores da nova legislatura. Além de ser um dos parlamentares mais atuantes,  Carlos Viégas prometeu realizar o melhor mandato de todos durante vídeo de agradecimento divulgado em suas redes sociais.

“Primeiramente quero agradecer a Deus por mais esta conquista em minha vida. Em segundo lugar quero agradecer ao povo livre e independente de Goiana pela minha reeleição para o quarto mandato. Vou honrar a confiança em mim depositada; retribuir com muito trabalho e com muita dedicação; debater os problemas e buscar as soluções. Quero dedicar essa vitória ao meu querido pai, Carlos Viégas, meu professor, meu mestre. Só eu sei a falta que ele me fez durante essa jornada. Quero também dedicar ao meu amigo-irmão Sinho e a toda sua família. Quero dizer que nós vamos honrar a confiança do povo de Goiana, vou fazer mais e melhor, com a experiência e o preparo adquirido. Tenho certeza que esse quarto mandato será o melhor de todos eles. Muito obrigado Goiana, muito obrigado de coração, a vitória não é apenas minha, a vitória é nossa!”, disse.

Da redação do Portal com informações da assessoria do vereador 

Leia também:
>>>Confira todos os prefeitos eleitos do Grande Recife no 1° turno

Atraso na apuração

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, informou que a totalização dos votos do primeiro turno das eleições foi finalizada às 23h55. Barroso reiterou que o atraso de três horas na divulgação dos resultados ocorreu devido a uma falha em um computador. ELEIÇÕES, Eleições 2020: apuração dos votos no 1º turno teve três horas de atrasoELEIÇÕES, Eleições 2020: apuração dos votos no 1º turno teve três horas de atraso

Segundo o ministro, não houve qualquer risco para integridade do sistema e à segurança do sigilo dos votos, porque o problema ocorreu somente na divulgação. Os dados dos tribunais regionais eleitorais foram recebidos normalmente.

“Lamento o atraso ocorrido. Ele decorreu, provavelmente, do aumento das medidas de segurança que nós trouxemos para o sistema e de uma possível falha em um dos processadores. A demora não compromete a integridade do sistema, menos ainda uma demora de menos de três horas”, garantiu.

O presidente do TSE também afirmou que a centralização da totalização (soma) de votos no TSE foi uma recomendação da Polícia Federal (PF). Mais cedo, Barroso disse que não teve simpatia pela mudança, que foi realizada durante a gestão da ex-presidente, ministra Rosa Weber. Nas eleições anteriores, a totalização era realizada pela Justiça Eleitoral nos estados.

“Foi uma decisão técnica decorrente de uma recomendação da Polícia Federal. Embora, eu tenha dito que não tinha simpatia pela medida, eu também a teria tomado se tivesse sido sob minha gestão, porque era a recomendação técnica de um relatório minucioso da PF a esse respeito”, explicou.

Abstenção

Durante a coletiva de imprensa, Barroso informou que os índices de abstenção do eleitorado no primeiro turno foram inferiores a 25%, número um pouco superior em relação às eleições de 2018.

“Queria cumprimentar o eleitorado brasileiro, que compareceu em massa, apesar das circunstâncias. Nós tivemos a preocupação de dar máxima segurança à saúde de todos”.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com