Defesa

Alvo de operação, deputado Guilherme Uchoa Júnior se defende das acusações e diz confiar na Justiça

Parlamentar nega ter atuado como sócio administrador de lotéricas.

Um dos alvos da Operação Mapa da Mina, deflagrada pela Polícia Federal nessa quarta-feira (11), o deputado estadual Guilherme Uchoa Júnior (PSC), disse que está tranquilo quanto as investigações, pois, segundo ele, não irregularidades de sua parte. A informação é do blog Edmar lyra.

A operação feita em Pernambuco, teve como objetivo apurar uso de casas lotéricas pertencentes a agentes políticos para lavagem de dinheiro por desvio de verba pública. Segundo a polícia, Guilherme Uchoa é dono da Casa Lotérica Mapa da Mina, localizada no Carrefour da Torre.

De acordo com o parlamentar, as lotéricas são regularizadas pela Caixa Econômica Federal, não havendo possibilidade de se praticar lavagem de dinheiro.

“Meu capital social é de apenas 10%. Jamais atuei como sócio administrador das Casas Lotéricas”, alega o deputado. Ele também diz confiar na justiça e espera o esclarecimento dos fatos.

A Operação Mapa da Mina cumpriu 24 mandados de busca e apreensão nos municípios de Recife (PE) e Olinda (PE) e Floresta (PE). Os trabalhos contaram com a participação de aproximadamente 100 policiais federais e de seis auditores da Controladoria.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com