Pernambuco

Após cobrança de Albérisson Carlos, governador promete nomear mil PMs

Um dia antes do anúncio de Paulo Câmara, o presidente da ACS-PE e candidato a vereador do Recife, reforçou a convocação durante live no Portal de Prefeitura.

Albérisson Carlos, presidente da ACS-PE (Associação dos Cabos e Soldados dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco) e candidato a vereador do Recife pelo DEM, obteve resultado após cobrar que os 1,4 mil aprovados no último concurso da Polícia Militar de Pernambuco em 2018, sejam nomeados.

Durante live realizada pelo Portal de Prefeitura na última segunda-feira, dia 09 de novembro, Albérisson afirmou que lutará pela convocação de todos os aprovados e que ainda não foram chamados.

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmou um dia depois da cobrança de Albérisson que irá convocar mais mil Policiais Militares que estão aptos a iniciar os treinamentos no curso de formação.

O chefe do executivo estadual esteve no estúdio da Rádio Cidade de Caruaru na noite da última terça-feira, 10 de novembro. Ele participou do programa Conteúdo apresentado por Mário Flávio com participação do analista político Marco Aurélio Freire.

Na entrevista, Paulo Câmara prometeu nomear duas turmas de 500 novos agentes da Polícia Militar do Estado já no começo de 2021.

Ele foi indagado sobre a convocação de 1.400 PM’s que estão aguardando a nomeação. Paulo Câmara respondeu que se houver possibilidade, vai efetuar as contratações, e ressalta que a segurança é uma área que não pode deixar de ser renovada.

As novas convocações provocaram sensações distintas no candidato a vereador do Recife, Albérisson Carlos (DEM) que ficou feliz com o anúncio do Governo, mas insatisfeito pelo fato de 400 pessoas não poderem iniciar o curso.

“A gente fica muito feliz porque o Governo ter anunciado a convocação desses aprovados, mas ao mesmo, o sentimento de insatisfação, por 400 pessoas que estão aptas terem que ficar de fora dessa lista, sendo que defendemos que os 1.400 aprovados e aptos iniciem o curso de formação”, defendeu.

Acompanhe a live em que Albérisson reforça a cobrança e se coloca a disposição para outros temas importantes que  sejam relevantes a toda categoria.

“A sociedade não pode sofrer com a falta de policiamento, pois segurança pública é essencial e é dever do Estado. Os 17 PMs mil que estão na ativa são sobrecarregados e a nossa preocupação também é com eles, é comprovado com o alto número de Policiais com problemas psicológicos, problemas de saúde e estendo os sentimentos aos Bombeiros do Estado”, afirmou.

Ver mais:

>> Albérisson Carlos: “Lutaremos pela convocação dos 1.400 aprovados no último concurso da PMPE”

Outra reivindicação é que não tenha divisão de turmas e todos os 1.400 aptos sejam iniciados dentro da mesma turma para que todos sejam efetivados à rua no mesmo tempo.

Segundo informações, todos os prédios públicos disponíveis o Estado tem a necessidade e oportunidade que é o dinheiro para convocação de tais candidatos.

Os aprovados do concurso da PMPE em 2018 ainda não foram chamados. Atualmente a tropa de PMs nas ruas está em torno de 17 mil em todo o Estado de Pernambuco, sendo o menor efetivo nos últimos dez anos.

De acordo com o estabelecido pela Lei 12.544/2004 prevê que Pernambuco deferia ter 26.825 Militares nas ruas, o que é bem longe do cenário atual, tendo uma defasagem de quase 10 mil Policiais, o que consequentemente, vem elevando os números da violência no Estado.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com