Críticas

“Marília não colocou uma única emenda para o Recife”, diz Oscar Barreto

Ex-presidente do PT do Recife também apontou que Marília não se posicionou sobre as publicações da Delegada Patrícia Domingos.

“Está muito complicado fazer qualquer movimento em favor da candidatura dela”, desabafa Oscar Barreto, ex-presidente do PT do Recife, em crítica a campanha de Marília Arraes (PT). Em entrevista ao Diário de Pernambuco, Oscar apontou pontos questionáveis na postura de Marília como deputada federal e postulante à prefeitura do Recife.

“Está muito complicado fazer qualquer movimento em favor da candidatura dela. É uma campanha que não atende nenhuma das recomendações da direção nacional, e todos os nossos companheiros ainda questionam as suas escolhas enquanto deputada federal. Marília não colocou uma única emenda para o Recife. Isso não tem explicação, e eu fico constrangido”, criticou o ex-diregente.

Oscar também lembrou que Marília não se posicionou sobre as polêmicas publicações feitas pela adversária, a candidata Delegada Patrícia Domingos, cujos posts foram revelados pela revista Época.

“Nem para defender a classe trabalhadora das domésticas, ela foi capaz de se posicionar. Patrícia Domingos questionou a PEC e o direitos das domésticas e não vi Marília levantar a voz contra isso. O nosso partido é dos trabalhadores. O PT e o seu militante não entende e não aceita essa posição”, completou.

Além disso, Barreto cobrou de Marília posicionamentos contra o governo de Jair Bolsonaro, o qual o partido espera derrotar na eleição de 2022. “O presidente da República continua com o seu desgoverno e cadê o enfrentamento da parte de Marília?”, indagou.

‘Marília não é do PT’, diz Oscar Barreto ao deixar a PCR

ex-presidente do PT no Recife, Oscar Barreto, anunciou, nesta quinta-feira (15), que decidiu deixar a Secretaria Municipal de Saneamento para cumprir uma determinação do diretório nacional da sigla.

Durante o anúncio, que ocorreu por meio de uma coletiva de imprensa online, Barreto também fez críticas à candidatura de Marília Arraes.

“Nós estamos saindo do governo para cobrar à candidata do PT, que é candidata do PT há mais de oito meses e não cumpriu com a decisão do Partido dos Trabalhadores, com a resolução do partido. Ela não colocou na sua agenda a boa política”, disse.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal