Eleições 2020

Artigo: Candidatos perdem oportunidades em debate frio no Recife

O Debate aconteceu nesta terça-feira (10) na TV Jornal e contou com a presença de 7 candidatos à Prefeitura do Recife.

Por: Wanderson Pontes

O único debate da TV aberta no primeiro turno das eleições municipais no Recife foi realizado nesta terça-feira (10), na TV Jornal/ SBT e gerou muitas expectativas pelos eleitores que esperavam embates fortes e propostas alinhadas.

Mas, o que se viu foi um debate fraco e frio com candidatos repetindo uma mesma ‘ladainha’ e quem perde é o povo recifense. Pois, não há vencedor em um debate onde todos os candidatos jogam para ‘não se queimar’ e o medo sobressai acima de suas convicções.

Também nesta terça-feira (10) foi realizado um debate em São Paulo, promovido pelo Estadão que foi transmitido pelas redes sociais e deu ‘um banho’ no debate recifense.

Enquanto que no Recife o sono prevaleceu, o debate na capital paulista teve afrontas, debates de ideias, acusações e ironias.

Ver mais: 

>> TV Jornal realiza debate com candidatos a prefeito do Recife

Debate no Recife

No Recife, o candidato Charbel Maroun (Novo) se restringiu a falar do fato de seu partido ser o único que não aceitou o dinheiro do fundo eleitoral, fato este, que fez o candidato Carlos (PSL) chamar sua atenção por ‘só falar no mesmo assunto’.

Visivelmente nervoso, o Coronel Feitosa (PSC) mostrou-se trêmulo em suas falas e chegou a chamar a Delegada Patrícia (Podemos) de ‘mentirosa’, no qual, foi rebatido pela Delegada que também o chamou pelo mesmo adjetivo.

O deputado João Campos (PSB) e a petista Marília Arraes até ensaiaram um embate interessante no primeiro bloco de perguntas, pois o fato de serem da mesma família, causou curiosidades de como se portariam diante da necessidade de acusações. Mas, como tudo no debate, esfriou até congelar.

Mendonça Filho (DEM) foi o mais do mesmo, aproveitou a oportunidade para falar da gestão do PSB e mais uma vez esqueceu que precisa passar por Marília e Patrícia para chegar ao segundo turno. Perdeu muitas oportunidades.

Por fim, a Delegada adotou uma postura mais ofensiva e conseguiu um pouco de destaque, mas nada que a faça ser merecedora da vitória no debate. Considero que foi um empate, daqueles zero a zero, cheio de faltas e que faz o público pedir para acabar. Quem perde é o Recife e seu povo.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal