Silêncio

Mourão diz que Bolsonaro reconhecerá vitória de Biden “na hora certa”

Segundo o vice-presidente, Bolsonaro está aguardando a resolução da questão sobre supostos votos falsos nas eleições dos EUA.

Alguns líderes mundiais já manifestaram reconhecimento à vitória do presidente eleito nos Estados Unidos, Joe Biden, que derrotou o republicano Donald Trump em uma disputa acirrada. Bolsonaro, no entanto, ainda não parabenizou Biden.

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse nesta segunda-feira (9), que Bolsonaro vai reconhecer a vitória de Biden “na hora certa”.

“É óbvio que, na hora certa, [ele] vai transmitir os cumprimentos do Brasil a quem for eleito”, disse Mourão em conversa com jornalistas no Planalto. Segundo ele, o presidente brasileiro, que é aliado de Trump, estaria aguardando a resolução da questão sobre supostos votos falsos nas eleições dos EUA.

“É uma questão prudente, acho que esta semana definem as questões que estão pendentes e a gente se prepara para um novo relacionamento [com os EUA]”, ponderou. Biden foi declarado novo presidente do país no sábado (7).

Ex-presidentes americanos parabenizam Joe Biden pela vitória na eleição

O ex-presidente americano George W. Bush parabenizou Joe Biden, na tarde de hoje (8), pela vitória na eleição dos Estados Unidos. Em uma declaração oficial publicada no Twitter do George W. Bush Presidential Center, o republicano agradeceu ao democrata pela “mensagem patriótica” do discurso em que se declarou vencedor.Biden, Mourão diz que Bolsonaro reconhecerá vitória de Biden “na hora certa”Biden, Mourão diz que Bolsonaro reconhecerá vitória de Biden “na hora certa”

“Ainda que tenhamos diferenças políticas, eu sei que Joe Biden é um homem bom, que conquistou essa oportunidade de liderar e unificar nosso país”, disse Bush, que afirmou que as eleições são confiáveis, e que seu resultado é claro.

George W. Bush governou os Estados Unidos entre 2001 e 2009 e é do Partido Republicano, o mesmo de Donald Trump, que ainda não reconheceu a derrota por alegar que houve fraude eleitoral.

O ex-presidente americano também parabenizou Trump e seus apoiadores pela “extraordinária conquista política” de somar 70 milhões de votos. Bush acrescentou que Trump tem o direito de pedir a recontagem de votos e fazer questionamentos na justiça, e pediu confiança de que o processo eleitoral foi fundamentalmente justo.

O ex-presidente democrata Barack Obama já havia publicado ontem uma declaração oficial parabenizando a Joe Biden e Kamala Harris. Obama afirmou que o presidente enfrentará desafios extraordinários, como a pandemia, uma economia desigual e riscos à democracia.

“Eu sei que ele trabalhará com as melhores intenções para todos os americanos em seu coração, sejam eles seus eleitores ou não. Então, eu encorajo cada americano a dar a ele uma chance e oferecer a ele seu apoio”, afirmou Obama, que disse que caberá a todos os americanos baixar a temperatura, ouvir o outro e buscar consenso para seguir adiante. “Nossa democracia precisa de nós mais do que nunca”

Outro ex-presidente americano que se manifestou foi o democrata Bill Clinton, que publicou no Twitter que “Os Estados Unidos se manifestaram e a democracia venceu”.

“Agora nós temos um presidente eleito e uma vice-presidente eleita que servirão a todos nós e unirão a todos nós”, disse Clinton.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal