Declaração

Humberto diz que possível derrota de Trump significa também “uma derrota do negacionismo científico”

Donald Trump possui, atualmente, 214 delegados a favor contra 264 do democrata Joe Biden. O senador divulgou um vídeo nas redes sociais comentando sobre o assunto.

O senador Humberto Costa (PT) comentou, nesta sexta-feira, 6 de outubro, sobre as eleições dos Estados Unidos. O candidato democrata Joe Biden se aproxima da vitória, com 264 delegados contra 214 do atual presidente Donald Trump.

Para o parlamentar, a possível derrota de Trump deve ser entendida também com “uma derrota do negacionismo científico”. “A derrota dos supremacistas brancos. Dos racistas. Dos misóginos. Dos homofóbicos. De todos aqueles que querem destruir os organismos multilaterais do mundo, e daqueles que utilizam o nome de Deus em vão com objetivos completamente escusos”, disse.

Leia também:

>>> Trump dispara nas redes sociais: ‘Parem de fraude’
>>> Humberto: “A imunização dos brasileiros não pode ser prejudicada pelas ações insanas de Bolsonaro”
>>> Vacina: Humberto diz que Bolsonaro está cometendo ‘assassinato’

Ainda segundo Humberto, é uma situação de humilhação para o País “que submeteu-se de forma subserviente a jogar no lixo nossa tradição de política externa fazendo com que o Brasil se tornasse um seguidor incondicional da política norte-americana”. Ele ainda afirmou que “é um sinal de isolamento ainda maior do Brasil. E também uma humilhação para o presidente Bolsonaro que vê o seu ídolo, o seu líder, ser derrotado nas eleições”.

“Significa [a derrota de Trump] o Brasil estar numa posição de completo isolamento nesse momento e pela qual certamente vamos pagar o preço. Um preço, por exemplo, de estarmos destruindo o nosso meio ambiente com a integral omissão por parte do governo federal. O preço que vamos pagar por assumir as brigas da potência americana, inclusive contra países que historicamente foram aliados do nosso país”, declarou.

Humberto ainda fez críticas aos ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Ricardo Salles (Meio Ambiente) e sugeriu que eles peçam exoneração dos cargos e façam “um favor ao Brasil”.

O senador encerrou o vídeo afirmando que está “claro que a direita fascista no mundo está começando a cair e, no Brasil, em um espaço de tempo muito breve também cairá”.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal