Posicionamento

FBC: “Ninguém vai rodar a maquininha para financiar gasto público”

Líder do governo no Senado afirmou que a autonomia do Banco Central blinda a política monetária e é prova do compromisso do país com a estabilidade da moeda.

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou que a autonomia do Banco Central, aprovada na terça-feira, 3 de novembro, pelo Senado em sessão remota, blinda a política monetária e é prova do compromisso do país com a estabilidade da moeda.

“Ninguém vai rodar a maquininha para financiar gasto público”, disse o senador.

A proposta aprovada estabelece mandato de quatro anos para os diretores do BC, com uma recondução permitida.

“Importante que a gente possa sublinhar a votação histórica dessa noite no Senado Federal”, ressaltou Fernando Bezerra.

Ver mais:
>>Fernando Bezerra participa de ato político com Mendonça neste domingo
>> Fernando Bezerra Coelho reforça a campanha de aliados no Agreste
>> Celso Muniz realiza caminhada ao lado do Senador Fernando Bezerra Coelho

“O Senado está mandando o recado de que está à altura dos desafios que estamos enfrentando. Estamos, de certa de forma, dando um chega pra lá nos pessimistas, que não acreditavam que a retomada da agenda estruturante do país seria feita antes das eleições.”

Na mesma sessão, o Senado aprovou projeto de lei que autoriza o Banco Central a receber depósitos voluntários remunerados, à vista ou a prazo, de instituições do sistema financeiro.

A proposta cria um novo instrumento de gestão de liquidez para o Banco Central em alternativa à emissão de títulos do Tesouro Nacional.

Compromisso

Em visita a Toritama, no Agreste de Pernambuco, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB), assumiu o compromisso de articular junto ao Ministério da Infraestrutura a duplicação da BR 104 na entrada da cidade.

Ao lado do prefeito Edilson Tavares (MDB), que busca a reeleição, o senador disse que trabalhará para que a obra saia do papel.

“Toritama não pode mais conviver com essa estrada que tem na chegada. E Edilson está com o projeto pronto. Ele quer duplicar essa BR, que passa pela área urbana de Toritama. Ele quer dar uma outra cara a Toritama. E é preciso que haja uma decisão do governo federal. Importante destacar que a duplicação foi delegada ao governo do estado, que não levou para frente. A gente vai trabalhar, e eu quero assumir esse compromisso com Edilson na noite de hoje”, afirmou FBC durante ato político.

Da redação do Portal com informações da assessoria de Fernando Bezerra Coelho 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal