Solidariedade

Atentado em Nice: Bolsonaro e Itamaraty lamentam a morte de brasileira assassinada em basílica na França

Simone Barreto Silva, de 44 anos, foi uma das vítimas de um homem armado com uma faca em igreja na cidade francesa.

Uma brasileira de 44 anos residente na França foi uma das três vitimas de um homem armado com uma faca que realizou ataque  na basílica de Notre-Dame,  na cidade francesa de Nice, nesta quinta-feira (29), informou o Ministério das Relações Exteriores.Nice, Atentado em Nice: Bolsonaro e Itamaraty lamentam a morte de brasileira assassinada em basílica na FrançaNice, Atentado em Nice: Bolsonaro e Itamaraty lamentam a morte de brasileira assassinada em basílica na França

De acordo com o Itamaraty, a mulher deixa três filhos. Ela foi morta, assim como outras duas pessoas, por um tunisiano que invadiu a igreja gritando “Allahu Akbar” (Deus é maior), em um ataque considerado pelo governo francês como ato de terrorismo.

Segundo uma fonte da polícia, o ataque ocorreu perto das 9h (horário local), quando o homem entrou na igreja.

Em nota, o Itamaray, em nome do presidente Jair Bolsonaro, lamentaram a morte de Simone Barreto Silva, de 44 anos.

“O governo brasileiro informa, com grande pesar, que uma das vítimas fatais era uma brasileira de 40 anos, mãe de três filhos, residente na França. O presidente Jair Bolsonaro, em nome de toda a nação brasileira, apresenta suas profundas condolências aos familiares e amigos da cidadã assassinada em Nice, bem como aos das demais vítimas, e estende sua solidariedade ao povo e governo franceses”, informou o Itamaraty por meio de nota.

“O Brasil expressa seu firme repúdio a toda e qualquer forma de terrorismo, independentemente de sua motivação, e reafirma seu compromisso de trabalhar no combate e erradicação desse flagelo, assim como em favor da liberdade de expressão e da liberdade religiosa em todo o mundo”, disse o órgão.

Ataq

Agência Brasil

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com