Pernambuco

Governo de Pernambuco perfura 139 poços artesianos em 23 municípios

O investimento total, fruto de emendas ao orçamento do Estado apresentadas por parlamentares estaduais, é da ordem de R$ 1,8 milhão.

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) e do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), está entregando 139 poços artesianos a comunidades rurais que enfrentam escassez hídrica.

As obras, realizadas entre 2019 e 2020, contemplam 23 municípios em 10 das 12 Regiões de Desenvolvimento do Estado: Sertão do Araripe, Sertão do São Francisco, Sertão de Itaparica, Sertão do Moxotó, Sertão do Pajeú, Sertão Central, Agreste Central, Agreste Meridional, Agreste Setentrional e Zona da Mata Norte. Do total de poços perfurados, 93 já foram concluídos e outros 46 estão em fase de conclusão.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto, a perfuração de poços é apenas uma das ações em desenvolvimento para reduzir a escassez hídrica nas comunidades rurais do Estado.

Ver mais:

>> Pernambuco: mais cidades avançam para a etapa 10 do Plano de Convivência a partir desta segunda-feira

>> Paulo Câmara vistoria obras de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Sertão de Pernambuco

>> Pernambuco confirma solidez no crescimento da economia

“O reforço da infraestrutura hídrica em todo o Estado é uma prioridade para o Governo Paulo Câmara e não estamos medindo esforços para alcançar essa meta no meio rural”, afirmou.

O secretário destaca ainda dois importantes programas na área de recursos hídricos executados pelo Estado, em convênio com o Governo Federal, no Semiárido pernambucano: o Programa Água Doce (implantação de sistema de dessalinização) e o Programa de Integração do São Francisco (Pisf).

“Com o Água Doce estamos implantando 170 sistemas de dessalinização em poços de água salobra em 21 municípios do Semiárido, beneficiando cerca de 60 mil pessoas. Já com o Pisf vamos construir 42 sistemas de abastecimento em dez municípios, beneficiando uma população de 12 mil pessoas que residem em 108 comunidades localizadas a até cinco quilômetros das margens dos canais Norte e Leste da Transposição do Rio São Francisco”, detalhou.

Da redação do Portal com informações do Governo de Pernambuco

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com