Dia do Aviador

[Vídeo]: Caça F-39 Gripen é oficialmente apresentado pela FAB

Um dos novos caças sobrevoou o local do evento, que contou a com a presença de Bolsonaro.

Os Caças, que foram importados da Suécia, fazem parte de um acordo de transferência de tecnologia militar.

15 dos 36 caças comprados por 39,3 bilhões de coroas suecas — cerca de R$ 25 bilhões — serão montados na unidade da Embraer em Gavião Peixoto, interior de São Paulo.

A apresentação aconteceu durante as comemorações do Dia do Aviador, na Base Aérea de Brasília, no Distrito Federal.

Um dos novos caças sobrevoou o local do evento, que contou a com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro.

O caça F-39 Gripen representa um significativo salto tecnológico para a Força Aérea Brasileira, bem como um exemplo exitoso de desenvolvimento colaborativo entre Brasil e Suécia.

A expectativa da FAB é substituir toda a sua frota atual, composta por caças F-5, de origem norte-americana, pelas aeronaves Gripen.

O modelo é considerado mais eficiente, tem baixo custo operacional e capacidade tecnológica avançada, segundo os militares.

Entenda a compra:
Negociação para compra de caças Gripen suecos teve início há 25 anos.

A negociação teve início em 1995, ainda no governo de Fernando Henrique Cardoso. Nesse ano foi criado o programa FX, que pretendia substituir os caças franceses Mirage 2000 que se aposentaram em 2013, se tornando itens de decoração nas bases da Aeronáutica. Apesar da aposentadoria tardia, no início do século o Mirage já era considerado antiguidade.

Em 2002, quando Lula era presidente, o projeto de modernização da FAB foi cancelado. Na época, foi anunciado que a verba que antes era destinada à atualização bélica do Brasil seria redirecionada para o programa Fome Zero, que começava a tomar forma.

A ideia só voltou a aparecer em 2006. Foi aberto um processo de concorrência, em que, além do Gripen, disputavam o caça francês Rafale F3 e o americano F-18 Super Hornet.

O Rafale chegou a ser selecionado, mas o acordo foi por água abaixo pela constatação de que o veículo de combate era muito caro e pouco eficiente. Desde então as atenções se voltaram ao Gripen.

O anúncio oficial de que os caças seriam comprados foi feito em 2013, durante o governo Dilma. No ano passado, a primeira unidade foi finalizada e fez seu voo inaugural em solo sueco. Só em setembro de 2020 o primeiro Gripen chegou ao Brasil.

Leia também:

Brasil recebe o primeiro caça Gripen da Força Aérea Brasileira

 

Da redação do Portal de Prefeitura com informações do site o Brasilianista e Renova Mídia.

 

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal