Alta

Pernambuco confirma solidez no crescimento da economia

Estado apresentou a maior alta do Brasil em agosto no comparativo com o mesmo mês de 2019 e marca o quarto crescimento mensal consecutivo, consolidando as medidas adotadas pelo Governo para atravessar a pandemia.

Pernambuco confirmou a consistência no crescimento que vem imprimindo durante a pandemia do coronavírus. Com alta de 0,78% em agosto no comparativo com o mesmo mês de 2019, o Estado crava o maior crescimento do Brasil no recorte.

No comparativo com o mês anterior (julho), a alta de 0,19% representa o quarto mês consecutivo de alta na geração de riquezas e valida a continuidade da curva positiva de recuperação econômica. Os dados são do IBC-Br, índice do Banco Central criado para antecipar o resultado do PIB, oficialmente divulgado pelo IBGE, e foram analisados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

De acordo com a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Maíra Fischer, os números confirmam o processo de consolidação da recuperação, resultado de medidas do Governo do Estado para atravessar a pandemia, principalmente com a readequação do segmento industrial e também a partir do movimento de retomada das atividades econômicas de forma gradativa.

“Agosto apresenta o quarto crescimento mensal consecutivo no IBC-Br e o maior crescimento do Brasil no comparativo com o mesmo mês de 2019. Isso tem um peso importante porque, crescer na pandemia exigiu um trabalho forte e manter esse crescimento a partir de uma base positiva é ainda mais difícil. Esse resultado mostra que a alta não é pontual, mas a confirmação de que a estrutura montada para atravessar a crise é sólida em Pernambuco e fica ainda mais evidente quando se compara com os indicadores nacionais”, destaca a secretária.

Para se ter ideia dessa comparação, em relação ao comportamento do ano (janeiro a agosto), Pernambuco apresentou variação de -1,01%, melhor performance do Nordeste. O Brasil apresentou -5,44% no acumulado do ano.

Em relação aos 12 meses encerrados em agosto, Pernambuco atinge um patamar de neutralidade, com -0,03%, com tendência de alta, também se destacando como o melhor ambiente econômico do Nordeste. Já o Brasil marcou queda de -3,09 com viés de baixa ao longo dos 12 meses.

Leia também:

>>> Governo de Pernambuco investe R$ 15 milhões na ampliação do esgotamento sanitário em Paulista
>>> Governo de Pernambuco viabiliza novo empreendimento no Sertão do Araripe
>>> Governo de Pernambuco anuncia investimento de R$ 47,2 milhões na agricultura familiar

Dados setoriais – Agosto

Indústria

Pela primeira vez desde o início da pandemia, o parque fabril do Estado registrou crescimento de sua produção no acumulado do ano (+0,9%), desempenho mensurado de janeiro a agosto e que põe Pernambuco em primeiro lugar no ranking regional.

O índice Brasil ainda se encontra negativo e acumula perdas de 8,6% nos oito primeiros meses de 2020. O Estado registra a liderança nacional em três setores: Indústria de Alimentos (+17,1%); Indústria de Bebidas (+3,3%) e Indústria de Borracha e Material Plástico (+7,6%).

A produção industrial pernambucana também obteve destaque no comparativo de agosto deste ano com o mesmo mês de 2019. A alta registrada foi de 10%, maior índice de crescimento em todo o País no recorte.

De acordo com a pesquisa, nove dos 12 setores pesquisados em Pernambuco expandiram sua produção no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Na liderança despontou o setor de metalurgia (+26,4%), o segundo maior crescimento mensal do setor no país.

Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Varejo

Com o menor impacto do isolamento social imposto pela Covid-19, a taxa média do varejo do Estado cresceu 2,5% em agosto, no comparativo com julho deste ano. Trata-se do quarto mês de crescimento subsequente, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada pelo IBGE.

Na comparação de agosto deste ano com o mesmo mês de 2019, o varejo pernambucano registrou aumento de vendas de 8,6%. Este foi o melhor desempenho para o mês em questão num período de sete anos, seguindo esta base de comparação.

Da redação do Portal com informações do governo de Pernambuco

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com