Investigação

Fernando Collor é alvo de mandados de busca e apreensão em operação da PF que investiga esquema de pagamento de proprina

A operação deflagrada na manhã desta quarta-feira (21) é um desdobramento da operação Politeia, feita pela primeira vez em 2015, no âmbito da Lava Jato. À época, carros de luxo do senador Collor foram apreendidos.

A Polícia Federal cumpre nesta quarta-feira (21) um mandado de busca e apreensão em um endereço ligado ao senador Fernando Collor (PROS), em São Paulo. As buscas fazem parte da operação Quinto Ato, que investiga um esquema em 2014 e 2015 que envolvia o pagamento de propina para a liberação de licenças ambientais no Ibama, no Paraná. Cerca de 50 policiais participam da operação.

A operação desta quarta foi autorizada pelo ministro Edson Facchin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Foram expedidos 12 mandados de busca e apreensão em endereços vinculados aos investigados e também foi determinado o bloqueio de valores financeiros. Além de São Paulo, também há mandados sendo cumpridos nas cidades de Curitiba e Pontal do Paraná, no Paraná, e Gaspar, em Santa Catarina.

Os crimes teriam ocorrido entre 2014 e 2015, quando vantagens indevidas teriam sido pagas para a liberação de uma licença ambiental para a instalação de um porto no Paraná.

A operação deflagrada hoje é um desdobramento da operação Politeia, feita pela primeira vez em 2015, no âmbito da Lava Jato. À época, carros de luxo do senador Collor foram apreendidos.

Fonte: G1

Ver mais: 

>> Lava Jato: Polícia Federal deflagra operação para apurar fraudes na Petrobras

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com