Agenda

Recife: Delegada Patrícia faz motocarreata na Imbiribeira

Estiveram presentes no ato o candidato a vice-prefeito Leo Salazar e o deputado federal Daniel Coelho, coordenador da campanha.

Na noite desta segunda-feira (19), a Delegada Patrícia promoveu uma motocarreata na Imbiribeira, Zona Sul do Recife. Estiveram presentes na agenda o candidato a vice-prefeito Leo Salazar e o deputado federal Daniel Coelho, coordenador da campanha, ambos do Cidadania.

Os candidatos a vereadores Santiago, DJ Fofão, Adeílson Lucena e Alexandre Inácio, todos do Podemos, também acompanharam a delegada. A saída foi na Rua David Kauffman. Os carros e motos deram a volta pela Lagoa do Araçá, recebendo o carinho da população.

Nas vias paralelas, a onda verde e roxa invadiu o início da noite dos moradores, que celebraram nas janelas a passagem da Delegada Patrícia. Da Avenida Pinheiros, uma das principais do bairro da Imbiribeira, os veículos seguiram em direção à Avenida Arquiteto Luiz Nunes.

Em seguida, a motocarreata chegou à comunidade Dancing Days, onde a delegada desceu do carro e cumprimentou os moradores nas portas das casas. Na Rua Dancing Days, a principal da comunidade, a motocarreata chegou em sua apoteose, sendo recebida com carinho e festa pela população.

No campo da Rua Camacho, novamente Patrícia desceu do carro foi acolhida pelos moradores. A motocarreata terminou na ponte que liga a Vila Aliança ao Dancing Days.

Outras agendas

À tarde, a Delegada Patrícia  esteve na comunidade Dancing Days, com Leo Salazar, e Daniel Coelho. O problema de saneamento é histórico na comunidade Dancing Days. O lixo se acumula pelas ruas. No meio da localidade há um canal por onde deságua parte da vazão do Rio Tijipió. Nesse canal, o esgoto das residências, estabelecimentos comerciais e edifícios acaba sendo despejado. Quando chove, os problemas com alagamentos também são constantes.

Ver mais:

>> No Recife, Delegada Patrícia promove maior carreata da campanha

Apesar do saneamento problemático, os moradores são cobrados normalmente pelo serviço que não é prestado. É o que conta a dona Maria José, de 60 anos. Moradora da Dancing há 40, ela mostra as contas de água e esgoto da sua casa. “Todo mês vem R$ 81,70 de taxa de esgoto, sendo que esse esgoto é despejado no canal. Já me botaram até no SPC por conta dessa cobrança. Não sou só eu que passa por isso aqui, tem muita gente na mesma situação”, reclamou.

Maria José e outros moradores contam que outro problema na comunidade é a falta de calçamento nas ruas. De fato, quem caminha na Dancing Days pode comprovar que muitas vias não estão calçadas.

Na comunidade, Patrícia reiterou seu compromisso em resolver o problema de saneamento no Recife cobrando por um melhor serviço. “É um absurdo que os moradores paguem por um serviço que não é prestado. Nossa gestão vai cobrar que o serviço de saneamento seja prestado em todos os locais. As pessoas vão viver com dignidade”, prometeu a delegada. No início da noite, Patrícia participou de uma sabatina na FIEPE, apresentando seu plano de governo para representantes da indústria.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com