Codemig

Governador de MG defende privatização de estatal local

Romeu Zema afirmou que a privatização da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) pode ser a solução para o endividamento do estado.

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), defendeu, durante entrevista à CNN nesta segunda-feira, 19 de outubro, a privatização da Companhia de Desenvolvimento do Estado(Codemig).

Zema argumentou que a venda seria uma solução para o endividamento de Minas Gerais. “Tudo o que era possível fazer no setor Executivo em termos de cortar gastos, foi cortado”, afirmou o governador.

O projeto para privatizar a estatal está sob aguardo da deliberação da Assembleia Legislativa.

Leia também:

José Queiroz protesta contra anúncio de privatização do Banco do Brasil
Paulo Câmara defende privatização do metrô no Recife

Sobre a Codemig

A Codemig foi criada em 17 de dezembro de 2003 pela Lei Estadual nº 14.892, a partir da alteração da denominação social da Companhia Mineradora de Minas Gerais (Comig) e da incorporação da Companhia de Distritos Industriais de Minas Gerais (CDI/MG) e da Empresa Mineira de Turismo (Turminas), além dos ativos da extinta Companhia de Desenvolvimento Urbano de Minas Gerais (Codeurb).

Até o ano de 2018, a Companhia era responsável por diversos projetos e ações de fomento ao desenvolvimento econômico do Estado, que foram então assumidas por sua acionista majoritária, a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), após a cisão parcial ocorrida.

A Codemig é hoje uma sociedade de economia mista da administração indireta do Estado de Minas Gerais. Por meio da participação na Sociedade em Conta de Participação (SCP) estabelecida com a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), a Codemig dedica-se à exploração do nióbio. O objetivo é valorizar o potencial mineral do Estado, buscando novas oportunidades de negócio.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal