Avaliação

Paulo Câmara é o 8° melhor governador do país, segundo pesquisa

Levantamento foi realizado pelo Site Congresso em Foco. No ranking, publicado neste sábado (17), Paulo conta com 5,3% das citações parlamentares.

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, ficou entre os oito governadores do Brasil mais bem avaliados, segundo a lista feita pelo Painel do Poder, ferramenta de pesquisa do Site Congresso em Foco. No ranking, publicado neste sábado,17 de outubro, Paulo conta com 5,3% das citações parlamentares.

Paulo Câmara é o 8° melhor governador do país, segundo pesquisa
Lista dos governadores avaliados. Foto: Reprodução/ Congresso em Foco

Leia também:

>>>Paulo Câmara conhece projeto de revitalização do Centro de Convenções da UFPE

>>>Paulo Câmara participa de reunião do Pacto pela Vida

Pesquisa

A nova onda do Painel do Poder foi feita entre os dias 14 e 20 de setembro. O Painel ouve de três em três meses as principais lideranças do Parlamento, como presidentes de comissões ou frentes parlamentares, líderes de bancada e formadores de opinião na Câmara e no Senado.

Foram entrevistados nesta edição 70 deputados e senadores, considerando-se a proporcionalidade de partidos, posicionamento em relação ao governo e distribuição geográfica dos políticos entrevistados.

A pesquisa também ouviu o Congresso sobre a expectativa de aprovação de reformas econômicas. A expectativa dos principais líderes do Congresso sobre os rumos da economia e de outros temas legislativos é um dos destaques da mais recente edição do Farol Político, publicação semanal de análise política do Congresso em Foco, baseada em investigações científicas e apuração jornalística.

Na pesquisa, sete governadores não foram lembrados pelos entrevistados: Gladson Cameli (PSDB-AC); Waldez Góes (PDT-AP); Wilson Lima (PSC-AM); João Azevedo (PSB-PB); Wilson Witzel (PSC-RJ); Carlos Moisés (PSL-SC); e Belivaldo Chagas (PSD-SE).

Paulo Câmara 

Nascido em 08 agosto de 1972, é bacharel em Ciências Econômicas pela UFPE (1994). Tem pós-graduação em Contabilidade e Controladoria Governamental, também pela UFPE (1997), e mestrado em Gestão Pública, pela mesma universidade (2006).

É auditor das Contas Públicas do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) desde 1995. Lá ocupou, entre outros, os seguintes cargos: diretor do Departamento de Controle Municipal (1999, 2000 e 2004), coordenador de Administração Geral (2001 e 2006) e coordenador da Escola de Contas Públicas Professor Barreto Guimarães (2002).

Antes de ingressar no TCE, atuou como escriturário do Banco do Brasil (entre 1993 e 1994), e foi também secretário de Administração do Tribunal de Justiça de Pernambuco (2003) e supervisor Parlamentar da Câmara Municipal do Recife (2005).

No ano de 2007, aceitou convocação do governador Eduardo Campos e assumiu a Secretaria de Administração do Estado, ficando à frente do cargo até março de 2010. Como titular da pasta, foi responsável por comandar a política de pessoal do Estado, criando a Mesa Geral de Negociação Permanente que estabeleceu um contato direto com os servidores públicos.

Também foi responsável pela ampliação da licença maternidade e paternidade. A primeira foi ampliada para seis meses e, a última, passou de 5 para 15 dias. Outro destaque da sua gestão à frente da SAD foi a implantação do Calendário Semestral de Pagamento dos Servidores, possibilitando ainda que todos soubessem, com antecedência, o dia do recebimento do salário.

Ainda em 2010, recebeu a missão do governador Eduardo Campos de assumir a Secretaria de Turismo de Pernambuco, onde permaneceu até o final do primeiro mandato.

Em janeiro de 2011, assumiu o cargo de secretário da Fazenda, onde atuou até abril de 2014 quando deixou a pasta para disputar o cargo de Governador do Estado nas eleições de 2014. Na Fazenda, foi responsável por aumentar a capacidade de investimento do Estado, que foi multiplicada por quatro, chegando, o Estado, a investir R$ 3,5 bilhões apenas em 2013. Também na sua gestão, o Estado alcançou altos índices de arrecadação.

No dia 05 de outubro de 2014 foi eleito governador do Estado de Pernambuco no primeiro turno, tendo alcançado a marca de 3.009.087 votos o que representa a preferência de 68,08% do eleitorado pernambucano. A expressiva votação deu a Paulo Câmara a marca do governador eleito mais bem votado do País nas Eleições 2014.

Da redação do Portal com informações do Site Congresso em Foco 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com