Brasil

Atualmente, apenas 3 capitais definiriam eleições no 1º turno

O levantamento foi feito com base nas últimas pesquisas eleitorais e mostra, ainda, que 19 capitais vão para o 2º turno e outras 4 seguem indefinidas.

Um levantamento feito pelo Poder 360 a partir de pesquisas eleitorais mostrou que, caso as eleições fossem hoje, apenas 3 capitais brasileiras decidiriam os seus prefeitos no 1º turno. Outras 19 iriam para o segundo turno e 4 ainda não há um cenário definido.

As únicas capitais que encerrariam a disputa eleitoral no 1º turno são: Belo Horizonte, Campo Grande  e Curitiba. As que ainda não há um cenário definido são:  Natal, São Luís, Florianópolis e Salvador. As outras, caso as eleições fossem hoje, seguiriam para o 2º turno.

Leia também:

>>> Eleições 2020: TSE lacra sistema eletrônico que será usado nas eleições
>>> Eleições 2020: confira os aplicativos da Justiça Eleitoral
>>> Eleições 2020: mais da metade dos prefeitos tentarão reeleição
>>> Entenda o papel dos vereadores e o que muda nas eleições 2020
Eleições 2020: entenda o que fazem os prefeitos

No Nordeste, o cenário é o seguinte:

Recife (PE) – João Campos (PSB), com 33%, Mendonça Filho (DEM), com 18%, Marília Arraes (PT), com 14%, delegada Patrícia (Podemos), com 13%, outros, com 4%.

Salvador (BA) – Bruno Reis (DEM), com 42%, pastor sargento Isidório (Avante), com 10%, major Denice (PT), com 6%, Olívia Santana (PCdoB), com 6%, Bacelar (Podemos), com 5%, Cézar Leite (PRTB), com 3%, Hilton Coelho (PSOL), com 2%, outros com 1%.

São Luís (MA) – Eduardo Braide (Podemos), com 42%, Duarte Júnior (Republicanos), com 15%), Neto Evangelista (DEM), com 11%, Rubens Júnior (PCdoB), com 4%, outros com 9%.

Teresina (PI) – Dr Pessoa (MDB), com 34%, Kleber Montezuma (PSDB), com 18%, Fábio Abreu (PL), com 16%, outros com 12%.

Norte

Belém (PA) – Edmilson Rodrigues (PSOL), com 39%, Priante (MDB), com 10%, delegado federal Eguchi (Patriota), com 5%, Gustavo Sefer (PSD), com 5%, Cassio Andrade (PSB), com 4%, Mario Couto (PRTB), com 4%, Thiago Araújo (Cidadania), com 4%, Vavá Martins (Republicanos), com 4%, dr Jerônimo (PMB), com 2%, outros com 3%.

Boa Vista (RR) – Arthur Henrique (MDB), com 28%, Ottaci (Solidariedade), com 23%, outros com 36%.

Macapá (AP) – João Capiberibe (PSB), com 17%, Josiel Alcolumbre (DEM), com 16%, dr Furlan (Cidadania), com 13%, Patrícia Ferrar (Podemos), com 13%, Cirilo Fernandes (PRTB), com 8%, outros com 20%.

Manaus (AM) – Amazonino Mendes (Podemos), com 25%, David Almeida (Avante), com 13%, Ricardo Nicolau (PSD), com 11%, Zé Ricardo (PT), com 10%, capitão Alberto Neto (Republicanos), com 7%, coronel Menezes (Patriota), com 6%, outros com 9%.

Palmas (TO) – Cinthia Ribeiro (PSDB), com 28%, professor Júnior Geo (Pros), com 12%, Marcelo Lelis (PV), com 8%, Vanda Monteiro (PSL), com 8%, Eli Borges (Solidariedade), com 7%, Thiago Amastha Andrino (PSB), com 7%, outros com 9%.

Porto Velho (RO) – Hildon Chaves (PSDB), com 23%, Vinícius Miguel (Cidadania), com 12%, Cristiane Lopes (PP), com 9%, dr Breno Mendes (Avante), com 7%, Lindomar Garçon (Republicanos), com 6%, coronel Ronaldo Flores (SD), com 5%, Williames Pimentel (MDB), com 4%, outros com 7%.

Rio Branco (AC) – Minoru (PSDB), com 27,7,%, Socorro (PSB), com 19,8%, Bocalom (PP), com 19%, outros com 18,7%.

Sudeste

São Paulo (SP) – Celso Russomano (Republicanos), com 25%, Bruno Covas (PSDB), com 22%, outros com 30%.

Rio de Janeiro (RJ) – Eduardo Paes (DEM), com 30%, Crivella (Republicanos), com 12%, Martha Rocha (PDT), com 8%, Benedita Silva (PT), com 7%, outros com 14%.

Belo Horizonte (MG) – Kalil (PSD), com 59%, outros com 18%.

Vitória (ES) – Gandini (Cidadania), com 22%, João Coser (PT), com 22%, outros com 35%.

Centro-Oeste

Campo Grande (MS) – Marquinhos Trad (PSD), com 41%, promotor Harfouche (Avante), com 11%, Pedro Kemp, com 6%, delegada Sidnéia Tobias (Podemos), com 4%, Dagoberto (PDT), com 3%, Vinícius Siqueira (PSL), com 3%, outros com 9%.

Cuiabá (MT) – Abílio Júnior (Podemos), com 26%, Emanuel Pinheiro (MDB), com 20%, Roberto França (Patriotas), com 19%, outros com 18%.

Goiânia (GO) – Vanderlan Cardoso (PSD), com 21%, Maguito Vilela (MDB), com 20%, outros com 37%.

Sul

Curitiba (PR) – Rafael Grega (DEM), com 47%, outros com 27%.

Florianópolis (SC) – Gean Loureiro (DEM), com 44%, Angela Amin (PP), com 15%, Pedrão (PL), com 9%, professor Elson (PSOL), com 7%, outros com 6%.

Porto Alegre (RS) – Manuela D’Ávila (PCdoB), com 24%, José Fortunati (PTB), com 14%, Sebastião Melo (MDB), com 11%, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), com 9%, outros com 17%.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com