Levantamento

Rejeição a Bolsonaro cai ao menor nível desde abril de 2019

A pesquisa foi realizada de 8 a 11 de outubro, com 1.000 entrevistas de abrangência nacional. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.

A pesquisa do XP/Ipespe publicada na quinta-feira (15) mostra que 31% da população avalia o governo de Jair Bolsonaro como ruim ou péssimo, sendo o menor percentual registrado desde abril de 2019.

O levantamento também aponta que 39% da população avalia o governo como ótimo ou bom. É o mesmo percentual do mês anterior e empata, considerando a margem de erro, com o pico de aprovação do governo, registrado em janeiro e fevereiro de 2019.

  • Ótimo/ Bom: 39%
  • Regular: 29%
  • Ruim/ Péssimo: 31%
  • Não Sabe/ Não Responderam: 2%

O levantamento XP/Ipespe confirma a pesquisa PoderData, divulgada na  quarta-feira (14), que mostrou que a rejeição ao trabalho do presidente (“ruim” e “péssimo”) é de 33%.

Ver mais: 

>> Pesquisa aponta Bolsonaro como líder em 2022; no 2º turno, há empate técnico entre ele e Moro

>> Bolsonaro permanece na frente e vence todos os candidatos em 2022

>> Bolsonaro diz que operação da PF em Roraima é um ‘orgulho’ para o governo

Expectativa para os próximos meses

  • Expectativa Ótima/Boa: 39%
  • Expectativa Regular: 26%
  • Expectativa Ruim/ Péssima: 32%
  • Não Sabe/ Não Responderam: 4%

Governadores

Sobre a gestão dos governadores:

  • Ótimo/ Bom: 32%
  • Regular: 36%
  • Ruim/ Péssimo: 30%
  • Não Sabe/ Não Responderam: 2%

Congresso

  • Ótimo/ Bom: 11%
  • Regular: 42%
  • Ruim/ Péssimo: 41%
  • Não Sabe/ Não Responderam: 6%

Eleições 2022

Primeiro turno

  • Jair Bolsonaro (sem partido): 31%
  • Fernando Haddad (PT): 14%
  • Sergio Moro (sem partido): 11%
  • Ciro Gomes (PDT): 10%
  • Luciano Huck (sem partido): 5%
  • João Amoêdo (Novo): 3%
  • Luiz Henrique Mandetta (DEM): 3%
  • João Doria (PSDB): 3%
  • Não sabe/Não respondeu/Nenhum/Branco/Nulo: 20%.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal