Projeto

Andreza Romero quer construir primeiro Abrigo Temporário para animais abandonados do Recife

Representante da causa animal promete dar um lar a todos os animais abandonados do Recife. Compromisso foi firmado em cartório.

Praças, parques e ruas do Recife registram uma triste realidade: o número de animais abandonados é cada vez maior. Estima-se que mais de 100 mil bichos já foram “deixados para trás” na cidade. Os dados assustam e preocupam profissionais, tutores e protetores, como a candidata a vereadora Andreza Romero, que registrou em cartório o compromisso de construir o primeiro Abrigo Temporário para animais abandonados do Recife e implantar uma política de cuidados e proteção aos animais de rua.

“Um abrigo tem três funções: ser um refúgio para os animais, ser um local de passagem e ser um núcleo de referência em cuidado, controle e bem-estar animal”, explica Andreza, que acrescenta que “os animais alojados receberão cuidados veterinários enquanto as equipes buscam realocação para lares definitivos”. Os animais resgatados receberão cuidados como castração, implantação de um chip subcutâneo de identificação, vacinação, vermifugação e outros serviços de assistência veterinária.

Veja Mais 

>Andreza e Romero Albuquerque realizam caminhada no Dia Mundial dos Animais

A construção do alojamento temporário é um projeto pessoal de Andreza e seu marido, o deputado estadual Romero Albuquerque, e o casal garante que, mesmo que o poder público não execute o projeto, ele sairá do papel.

“Andreza vai buscar recursos nas empresas amigas dos animais para realizar esse sonho que mudará a vida de muitos animais. Não abandonar os animais é o nosso lema, e agora queremos tirá-los das ruas de uma vez por todas”, Romero pontua.

A protetora explica que, se eleita, fará um projeto de indicação para que a Câmara Municipal aprove a execução do projeto pelo governo municipal, mas ressalta que independente disto lutará pela construção do patrimônio.

“Precisamos reconhecer que o abandono de animais é um problema de saúde pública. O poder público não pode se abster da sua responsabilidade, e nós lutaremos por isso. Mas, se isso acontecer, não deixaremos os animais sofrendo”, disse.

CASTRAÇÃO

“Muitos dos animais são abandonados quando engravidam ou são acometidos por alguma doença. A castração é a forma ideal de evitar ninhada indesejada e de prevenção de doenças. É por isso que promovemos e incentivamos o procedimento como forma de combate ao abandono”, Romero acrescentou.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com