Eleições 2020

Recife: Veja os candidatos à Prefeitura sem tempo no Guia Eleitoral

Na capital pernambucana, quatro dos onze prefeituráveis não terão tempo no guia eleitoral no rádio e TV aberta.

Na próxima sexta-feira (9), inicia no rádio e na TV aberta a propaganda eleitoral gratuita e quatro dos onze candidatos à Prefeitura do Recife não terão tempo determinado para o famoso “guia eleitoral”.

O tempo de propaganda eleitoral pode influenciar ou não a decisão dos eleitores. Afinal, o tempo na televisão e rádio traz mais visibilidade para o candidato, além de intensificar o número do candidato para que fique mais fácil do eleitor não esquecer na hora da votação.

Nas eleições 2018, foi totalmente atípica e o tempo de propaganda eleitoral, pela primeira vez, não teve influência alguma e o atual presidente Jair Bolsonaro teve apenas 8 segundos de tempo eleitoral, número 39 vezes menor que do candidato Geraldo Alckmin (PSDB) que teve 5 minutos e 32 segundos.

No fim do primeiro turno, Jair Bolsonaro teve 46,03% dos votos válidos, liderando a apuração, enquanto Alckmin ficou em 4º lugar com 4,76%, atrás de Haddad (PT) e de Ciro Gomes (PDT), além do próprio Bolsonaro.

Ver mais:

>> Confira o tempo de cada candidato a prefeito do Recife no Guia Eleitoral

>> Guia Eleições 2020: Confira as candidaturas no Recife

>> Eleições 2020: Confira os nomes de candidatos mais bizarros

No Recife, Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB), Thiago Santos (UP), Cláudia Ribeiro (PSTU) e Victor Assis (PCO), tentam se apegar no feito de Bolsonaro para levar a campanha ao segundo turno.

Os quatro postulantes não terão o tempo de televisão, após o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) definir os tempos e as ordens de veiculação dos programas dos candidatos a prefeito do Recife na televisão e no rádio.

Pelas novas regras da cláusula de barreira, que estabelece critérios de desempenho eleitoral para o acesso de partidos a recursos do Fundo Partidário e ao tempo gratuito de rádio e TV, os partidos PMN, PTC, DC, REDE, PCB, PCO, PMB, PRTB, PSTU e UP não têm direito a tempo no horário eleitoral.

O tempo fixo de cada candidato no horário eleitoral e a quantidade de inserções a que tem direito correspondem ao tamanho das bancadas eleitas para a Câmara dos Deputados na última eleição (2018).

No caso da disputa para a Presidência da República, para chegar ao tempo de TV só é considerado o número de deputados dos 6 maiores partidos da coligação.

TRE-PE

A Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97) prevê que 90% do tempo sejam distribuídos de acordo com o número de representantes que os partidos possuem da Câmara Federal e 10% igualitariamente entre essas siglas.

Somente os partidos que nas Eleições 2018 atingiram a cláusula de desempenho instituída pela Emenda Constitucional nº 97/2017 terão acesso ao horário eleitoral gratuito.

Os planos de mídia com os tempos de duração reservados às coligações/partidos e a ordem de veiculação estão no site do TRE-PE.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com