Promessa

Patrícia diz que vai abrir a “caixa preta” das multas no Recife

Candidata à prefeitura da capital pernambucana fez a declaração durante reunião com motoristas de aplicativos.

A Delegada Patrícia (Podemos) se reuniu com motoristas de aplicativo na manhã desta quarta-feira (7). O encontro ocorreu na Praça do Derby, área central do Recife. O candidato a vice-prefeito, Leo Salazar (Cidadania), participou da conversa com os condutores.

A categoria reivindica melhores condições de trabalho e denuncia o que chama de “indústria das multas” operando na capital pernambucana.

“A cidade do Recife tem hoje o objetivo de multar o motorista de aplicativo. Não existe política de educação no trânsito. O investimento é apenas em recursos para multar o cidadão e os motoristas. A arrecadação com multas só aumenta. Se houvesse uma preocupação com evitar as infrações, era para esse número diminuir a cada ano”, disse o Professor Thiago do Uber (Cidadania), representante da categoria e candidato a vereador pela coligação Mudança Já, formada pelo Podemos e Cidadania.

Patrícia diz que vai abrir a "caixa preta" das multas no Recife
A candidata reiterou seu compromisso em averiguar onde está sendo investido o dinheiro arrecadado com as multas no Recife. Foto: Divulgação

De acordo com levantamento feito pelos motoristas, no ano de 2016 a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) arrecadou R$ 25.966.865,47 em multas.

O número cresceu 39,27% no ano seguinte, 2017, chegando a R$ 36.165.003,38. Em 2018, o valor arrecadado em multas foi de R$ 69.724.632,96, 92,80% maior que o do ano anterior.

Por fim, em 2019 a CTTU arrecadou R$ 98.208.610,33, um crescimento de 40,85% em relação a 2018.

Leia também:

>>>Patrícia Domingos vai à rua com única bandeira e afirma: ‘vamos fazer uma campanha limpa’
>>>Delegada Patrícia defende incentivo ao empreendedorismo para desenvolvimento do Recife
>>>Patrícia Domingos faz 1º carreata pelas ruas do Recife

Patrícia reiterou seu compromisso em averiguar onde está sendo investido o dinheiro arrecadado com as multas no Recife.

“Nossa gestão vai abrir essa verdadeira caixa preta de multas. A fiscalização não pode ser um meio de aumentar a arrecadação do município. Vamos investigar para onde esse dinheiro está indo. A prefeitura deve se empenhar na educação no trânsito, fazer com que as infrações diminuam”, argumentou a delegada na reunião com os motoristas.

A categoria também quer locais próprios para o embarque e desembarque de passageiros dos veículos no aeroporto e em pontos comerciais e turísticos do Recife. Patrícia reforçou que pretende atender as demandas dos motoristas.

“Nossa gestão vai dar condições aos motoristas de aplicativo para trabalhar na nossa cidade. A mobilidade humana é um tema prioritário no nosso projeto. Temos coragem de mudar esse estado de coisas e vamos mudar. É por isso que nós representamos a verdadeira mudança”, disse Patrícia.

Da redação do Portal com informações da assessoria da Delegada Patrícia 

Veja Mais

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com