Restrição

EUA proíbem imigração de filiados de partidos comunistas ou qualquer outro partido totalitário

Determinação foi publicada na última sexta-feira (2) e afetará cerca de 200 milhões de membros do Partido Comunista Chinês (PCC) e Liga da Juventude Comunista. 

Uma nova orientação dos Estados Unidos (EUA) proíbe que filiados de qualquer partido comunista adquiram cidadania ou residência no país. A nova determinação foi publicada na sexta-feira (2) e será a aplicada a “qualquer estado estrangeiro, ou de qualquer subdivisão política ou geográfica de qualquer estado estrangeiro”.

“Qualquer imigrante que seja membro ou afiliado do Partido Comunista ou qualquer outro partido totalitário (ou subdivisão ou afiliado), nacional ou estrangeiro, é inadmissível para os Estados Unidos. Este fundamento de inadmissibilidade só se aplica a estrangeiros que buscam o status de imigrante, como estrangeiros dentro dos Estados Unidos solicitando ajustar o status ao de residente permanente legal”, disse o comunicado, com “inadmissibilidade” aplicável à cidadania ou residência.

O novo anúncio pode atingir cerca de 200 milhões de membros do Partido Comunista Chinês (PCC) e Liga da Juventude Comunista.

Alerta aos jovens da chineses

O acadêmico Song Hui, de Pequim, disse que as novas regras também alertam os jovens na China que pensam em ir aos EUA.

“Quem está pensando em seu avanço, por exemplo, na academia ou no setor de tecnologia, ou que planeja ir para os Estados Unidos, não deveria se juntar ao Partido”, recomendou Song à RFA. “Eles vão decidir não fazê-lo, se planejam ir para os EUA para mais estudos.”

Ver mais: 

>> Brasil e EUA trabalham para “restaurar a democracia na Venezuela”, diz Bolsonaro

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com