Pandemia

Operação da Polícia Federal afasta secretária de Saúde por suspeita de irregularidades na compra de respiradores

O prejuízo estimado das supostas fraudes aos cofres públicos é de R$ 2 milhões.

Policiais federais cumpriram hoje (6) cinco mandados de busca e apreensão em uma operação que investiga irregularidades na compra de respiradores para tratamento de covid-19 pela Secretaria Municipal de Saúde de Japeri, no estado do Rio de Janeiro. A operação Apneuse também cumpriu um mandado de afastamento de função pública. A secretária de Saúde de Japeri, Rozilene Souza Moraes dos Anjos, foi afastada do cargo.

Segundo a Polícia Federal, os respiradores comprados pela secretaria eram obsoletos e foram adquiridos a preços superfaturados. O prejuízo estimado das supostas fraudes aos cofres públicos é de R$ 2 milhões.

As investigações começaram em junho deste ano, com o apoio do Ministério Público Federal, da Controladoria Geral da União (CGU) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ver mais: 

>> Gilmar Mendes suspende investigações da operação sobre supostos desvios no Sistema S

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Federal de São João de Meriti e estão sendo cumpridos nos municípios de Japeri e Nova Iguaçu.

Agência Brasil

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com