Conselho

Papa: a verdadeira autoridade é servir, não explorar os outros

"É feio ver quando as pessoas com qualquer tipo de autoridade buscam seus próprios interesses”, disse Francisco no Angelus dominical.

No último domingo, 4 de outubro, o Papa Francisco afirmou aos fiéis e peregrinos na oração do Ângelus, na Praça de São Pedro, em Roma, que a autoridade é um serviço e que deve ser exercida para o bem de todos.

O pontífice fez uma reflexão da parábola dos vinhateiros homicidas, no dia em que a Igreja Católica celebrou o dia de São Francisco de Assis, patrono da Ecologia e santo que inspirou o nome do Santo Padre.

“A narração alegórica descreve um patrão que, depois de ter cuidado muito da sua vinha, tendo de partir a confia aos agricultores. Depois, no tempo da colheita, ele envia alguns servos para recolher os frutos; mas esses vinhateiros recebem os servos com bastões e alguns até os matam”, afirmou o Papa.

Veja também: 
>>>Papa lança nova encíclica e dedica todo um capítulo para “A política melhor”
>>>Papa Francisco doa equipamentos de tratamento da covid-19 para o Brasil

“O patrão envia outros servos, mais numerosos, mas eles recebem o mesmo tratamento. O ápice é atingido quando o patrão decide enviar o seu filho: os vinhateiros não o respeitam, pelo contrário, pensam que ao eliminá-lo poderão tomar conta da vinha, e por isso o matam também”, completou Francisco.

Da redação do Portal com informações do Vatican News

Veja Mais

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com