Promessa

Mendonça diz que vai equilibrar contas e cortar gastos no Recife

O candidato a prefeito defendeu que a prefeitura precisa racionalizar as despesas, reduzir os excessos com cargos comissionados, secretarias e com contratos milionários.

O candidato a prefeito do Recife, Mendonça Filho (DEM), defendeu nesta segunda-feira (5), durante sabatina virtual na Rádio CBN, que a Prefeitura do Recife precisa racionalizar as despesas, reduzir os excessos com cargos comissionados, secretarias e com contratos milionários.

“Vamos rever contratos inchados e gastos excessivos que não atendem ao interesse da população. O dinheiro público deve chegar na ponta, no atendimento às famílias recifenses”, declarou.

Mendonça disse que quando assumir a prefeitura realizará auditorias em várias modalidades de contratos, como locação de automóveis e consultorias, por exemplo.

Somente em 2019, foram gastos nesses setores cerca de R$ 20 milhões e R$ 27 milhões, respectivamente. Ele garantiu que todos os contratos serão investigados para estancar o rombo nas contas públicas e beneficiar a população.

Mendonça também reforçou que os servidores de carreira serão valorizados para que o orçamento da prefeitura volte a ter sustentabilidade financeira.

Na sabatina, o democrata foi questionado sobre os investimentos em saúde e educação e disse que os dois setores precisam sair da situação agonizante em que encontram.

“Gastaram R$ 50 milhões no ano passado com a manutenção dos prédios públicos das áreas de educação e saúde, mas não vejo esses locais bem mantidos, e sim sucateados e maltratados, uma incompetência da gestão atual. Eu tenho competência para resolver isso e já demonstrei capacidade de gestão nos cargos que ocupei”, ressaltou.

Para demonstrar sua capacidade, o democrata lembrou que durante sua gestão no Ministério da Educação (MEC), administrou um orçamento de R$ 130 bilhões, um dos maiores do Brasil e 20 vezes maior que o do Recife.

A correta aplicação dos recursos, na sua avaliação, foi responsável por importantes projetos em várias áreas da educação executados durante sua passagem pela pasta.

Além disso, o ex-ministro destacou que no ministério equilibrou as despesas de universidades, ampliou recursos nos ensinos em tempo integral, técnico e superior, bem como implantou mudanças nos currículos escolares com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), entre outras iniciativas.

Mendonça Filho também falou sobre propostas para as áreas de segurança, mobilidade urbana, atenção básica na saúde, habitação e empreendedorismo.

Ele pontuou que tem mantido e vai estender as conversas com o Governo Federal para obter os recursos que o Recife precisa para resolver gargalos de infraestrutura, que se arrastam há anos nas gestões do PT e PSB. Ele citou, como exemplos, os acessos da BR-232 até a Avenida Abdias de Carvalho e do Ibura, que atualmente são caóticos.

Reforçou a necessidade de estimular o empreendedorismo, acabando com a indústria da multa e reduzindo os elevados impostos e taxas, e declarou que vai investir na Guarda Municipal para defender o cidadão e o patrimônio público.

Leia também:

>>>“Vamos recuperar os Mercados Públicos para fortalecer a economia de bairro”, diz Mendonça
>>>Mendonça garante respeito e apoio aos pequenos comerciantes de rua

O meio ambiente e o saneamento básico também foram mencionados na sabatina. O democrata declarou que a prefeitura deve arcar com a sua responsabilidade quanto à oferta de saneamento, mas reforçou que a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) também precisa cumprir as suas obrigações contratuais e a nova gestão vai exigir esse cumprimento.

“Temos mais de 150 pontos de esgoto sendo despejados no rio Capibaribe. A gestão de Geraldo Júlio prometeu atingir 60% em coleta e tratamento de esgoto na cidade do Recife, e mal passou de 40%. Temos de acabar com essa mentira. Se a gestão da cidade não tem a preocupação de preservar o meio ambiente e cuidar das pessoas, fica dessa maneira, uma cidade abandonada, mal tratada. Nós vamos ter iniciativa para mudar isso”, afirmou.

Mendonça completou dizendo que na sua gestão os rios e os mananciais, inclusive do Capibaribe, serão preservados.

Por fim, o democrata falou sobre a coligação “Recife Acima de Tudo”, formado pelo DEM, PSDB, PTB, e PL, bem como as pesquisas iniciais de intenção de voto, que apontam um crescimento de sua candidatura.

“Formamos uma aliança sólida, ampla e representativa, com propostas para resgatar o Recife do atraso. Temos percorrido a cidade, respeitando os protocolos de segurança da Covid-19, conversando com o povo, vendo suas necessidades e seu desejo de mudança. O debate virtual também é importante nessa caminhada e estamos sentindo uma participação cada vez maior das pessoas. Meu compromisso é o de fazer a nossa cidade voltar a ser protagonista no Nordeste e no Brasil. O Recife vai deixar de ser a capital da corrupção e se tornar a capital da boa gestão”, finalizou.

Da redação do Portal com informações da assessoria do candidato a prefeito.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com