Defesa

Bolsonaro: “Indicação para o Supremo é igual a escalar a seleção brasileira”

Presidente defendeu a indicação do desembargador Kassio Nunes Marques para o Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda-feira (5), com apoiadores no Palácio da Alvorada.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defendeu a indicação do desembargador Kassio Nunes Marques para o Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda-feira (5), durante um momento de fotos com apoiadores no Palácio da Alvorada, em Brasília.

“Indicação para o Supremo, para muita gente, é igual a escalar a seleção brasileira, todo mundo tem seu nome. Aquele que não entrou o nome dele começa a acusar o cara de tudo. Esse mesmo pessoal no passado queria que eu botasse o Moro”, afirmou o presidente.

Veja também:
>>>Carlos rebate ataques contra Bolsonaro por encontro com Dias Toffoli

>>>Bolsonaro reage as críticas: ‘Querem que eu troque o Kassio por Moro?’

Na sexta-feira, 2 de outubro, o presidente oficializou a indicação para assumir a vaga de ministro do STF no lugar de Celso de Mello. A indicação foi alvo de críticas, inclusive de pessoas que apoiam o presidente da Repúlica.

Bolsonaro também disse que o desembargador não votou contra a extradição de Cesare Battisti.

“Ele é católico, tem uma vivência na área militar. Mentira que ele votou para o Battisti ficar aqui, quem votou foi o Supremo Tribunal Federal”, declarou.

O desembargador Kassio Nunes Marques tem 48 anos e passará  por uma sabatina no Senado. Se for aprovado e tomar posse no STF, pode ficar 27 anos no cargo, até completar 75 anos em 2047.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com