Liberado

Justiça manda soltar prefeito de Agrestina, Thiago Nunes, após pedido de habeas corpus

Político estava preso há 20 dias após operação da Polícia Federal que o apontou como suspeito de desviar recursos públicos na Prefeitura.

Foi solto na noite desta quarta-feira (30), Thiago Nunes (MDB), prefeito de Agrestina-PE, que estava preso por suspeita de desvios de recursos públicos. O político teve o pedido de habeas corpus aceito pela Justiça, e agora, responderá o processo em liberdade.

Thiago Nunes estava detido há 20 dias na penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Além dele, também tinha sido preso o vice-prefeito, Zito da Barra (PSDB). O vice já está solto desde semana passada por causa de problemas de saúde. Ambos foram alvos de mandados de prisão no dia 10 de setembro, durante a operação Pescaria III, deflagrada pela Polícia Federal com o apoio da Controladoria-Geral da União-CGU, com o objetivo de desarticular uma Organização Criminosa especializada no desvio de recursos públicos na Prefeitura de Agrestina.

A Polícia Federal também cumpriu 05 (cinco) Mandados de Prisão Preventiva, 13 (treze) Mandados de Busca e Apreensão em endereços residenciais e comerciais, além de Mandados de Afastamento de Funções Públicas dos ocupantes de cargos na administração municipal de Agrestina, além de Mandados de Afastamento de Sigilos Bancário e Fiscal dos investigados, todos expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

No caso de Zito, a defesa apresentou um laudo médico o qual diz que o político tem picos de pressão alta e, portanto, se enquadra no grupo de risco do coronavírus. Zito da Barra está cumprindo prisão domiciliar.

Contudo, mesmo com as decisões acatadas pela Justiça, prefeito e vice permanecem afastados dos cargos. No momento, quem está assumindo a gestão da cidade é o presidente da Câmara de Vereadores de Agrestina, Adilson Tavares, conhecido popularmente como Gordo do Zelito.

Ver mais:

>> Presidente da Câmara de Sanharó, em Pernambuco, é afastado do cargo em operação do MPPE

>> Ex-chefe de Vigilância à Saúde do DF é preso pela segunda vez

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com