Recife

Geraldo Julio inaugura hospital dedicado à saúde da pessoa idosa

Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa é o segundo erguido pela atual gestão e segue o modelo de sucesso do Hospital da Mulher do Recife. Entrega foi feita pelo prefeito Geraldo Julio, na manhã desta quinta-feira (1º).

No Dia Internacional e Nacional do Idoso, os recifenses têm as portas abertas de um grande símbolo do cuidado, da atenção e do respeito à pessoa idosa.

Na manhã desta quinta-feira (1º), o prefeito Geraldo Julio entregou, ao lado do governador Paulo Câmara, o primeiro hospital do Nordeste exclusivo para o tratamento e prevenção de doenças nas pessoas idosas.

O Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa (HECPI) funcionará na Avenida Recife, n° 810, na Estância, ao lado do Hospital Geral de Areias, e vai oferecer atendimento ambulatorial, exames e leitos para internamento, incluindo UTI. E

le chega após o sucesso do Hospital da Mulher do Recife, referência no atendimento à Saúde da Mulher e é o segundo hospital erguido pela atual gestão municipal, além dos hospitais de campanha da covid-19.

“É uma alegria muito grande ver esse hospital pronto, a gente que já tinha entregue o Hospital da Mulher, agora entrega o Hospital do Idoso. O Recife tem cerca de 200 mil pessoas idosas que aqui vão poder fazer consultas, exames, cirurgias, receber um tratamento com dignidade e com respeito. A gente está muito feliz, feliz também com a homenagem que aqui é feita ao governador Eduardo Campos que fez muito pela saúde de Pernambuco, construiu muitos hospitais, mostrou que era possível e que era necessário. A gente fica muito feliz, o segundo grande hospital construído pela Prefeitura do Recife em toda a sua história, agora vai atender aos idosos da nossa cidade”, disse o prefeito Geraldo Julio.

Hospital do Idoso inaugurado por Geraldo
Geraldo Julio entregou hoje (1) Hospital do Idoso na Estância. Foto: Andrea do Rego Barros.

“O mundo passa pela maior crise econômica de toda a história. Todos os países passando por grave crise econômica, os estados também. Os municípios no Brasil inteiro desafiando essa crise econômica e a gente consegue fazer uma entrega tão marcante quanto essa e tão importante para a população”, afirmou ele.

O governador Paulo Câmara também destacou o quanto o hospital vai ser importante para o Recife e para Pernambuco.

“Agora temos uma nova unidade, focada na pessoa idosa. Graças a Deus, as pessoas estão vivendo mais, e isso é fundamental, mas para que as pessoas possam viver mais e mais também é preciso que a gente continue cuidando da saúde das pessoas idosas. Hoje temos um exemplo vivo com a inauguração do Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa que com certeza vai cumprir um papel fundamental para dar a assistência necessária à pessoa idosa na cidade do Recife. E fica o registro e o agradecimento por essa visão de ajudar Pernambuco criando unidades no Recife que vão fazer a diferença para salvar a vida de muitas pessoas nos próximos anos e nas próximas décadas. E a certeza de que tudo isso foi pensado para o futuro”, comentou ele.

Representando a família do homenageado, o ex-governador Eduardo Campos, Pedro Campos, seu filho, comentou que via seu pai “presente” no atendimento humanizado que será prestado no hospital.

“Foi muito bonito aqui ver todos os elogios que essa obra recebeu. Não teve ninguém que chegou aqui e viu cada detalhe, cada azulejo, cada equipamento e não ficou impressionando com essa estrutura. Mas eu tenho certeza que mais do que a obra de pedra e cal, Eduardo vai estar presente em cada um dos trabalhadores e trabalhadoras daqui. A frase escolhida para ficar registrada no hospital não poderia ser melhor, ele diz que o cuidado e o respeito curam tanto quanto a ciência. Eduardo vai estar vivo nesse hospital em cada atendimento humanizado, em cada limpeza bem feita, em cada comida bem preparada e em cada idoso que passar aqui e for tratado com a dignidade que merece”, declarou.

O início dos serviços ocorrerá de acordo com um cronograma gradual de abertura, iniciando com as consultas ambulatoriais, das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira.

As internações funcionarão 24 horas, de domingo a domingo, quando começarem a ser feitas. Os pacientes atendidos no hospital serão encaminhados por meio do Sistema de Regulação da Secretaria de Saúde do Recife, através das unidades de saúde da família, centros de saúde, policlínicas e outras unidades da Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife. 

Diante do cenário de pandemia, a unidade hospitalar vai passar pelo processo de sanitização todas as noites.

Com mais de 8 mil m² de área construída, o Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa conta, ao todo, com 72 leitos, sendo 62 de enfermaria e 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para atendimentos de média e alta complexidade.

A unidade municipal também tem centro diagnóstico e ambulatório com 13 consultórios, onde acontecerão consultas médicas e não médicas, como as de psicologia, enfermagem e farmacêuticas.

Há também quatro salas de cirurgia, leitos para recuperação pós-anestésica, salas de curativo e de exames laboratoriais, além de laboratório, farmácia e praça de alimentação.

Grande parte dos equipamentos médico-hospitalares do novo hospital foi herdada da rede de hospitais de campanha que a Prefeitura do Recife montou para o enfrentamento à pandemia de covid-19, como respiradores, monitores de sinais vitais, aparelho de raio-x, cardioversores para reanimação cardíaca, eletrocardiógrafo, aspirador cirúrgico, oxímetro, camas, televisões, entre outros itens.

O secretário de Saúde do Recife, Jaílson Correia, o hospital representa um marco na história da cidade:

“é o segundo hospital construído na gestão do prefeito Geraldo Julio. Este aqui é uma marco pela inovação, é o primeiro hospital público do Nordeste voltado à população acima de 60 anos. Nós esperamos desse hospital uma grande qualidade no atendimento, aliando modernidade, tecnologia, diversas especialidades médicas, sem esquecer do cuidado, sem esquecer também da humanização do atendimento que já são marcas do Hospital da Mulher do Recife e que aqui vão ganhar uma nova roupagem nesse hospital que apresenta uma capacidade de atendimentos de 8 mil consultas por mês, 700 internações, 500 cirurgias, então são números expressivos. Mais de 30 mil exames serão realizados aqui, ajudando a toda a população das pessoas idosas da cidade do Recife a receberem um atendimento com a qualidade e com o carinho que merecem”.

O quadro de funcionários contará com cerca de 500 profissionais, dos quais aproximadamente 70 médicos; mais de 100 outros profissionais de nível superior, como enfermeiros e assistentes sociais, além de mais de 300 profissionais de nível médio e técnico. Todos estão sendo contratados pela Fundação Professor Martiniano Fernandes – organização social responsável por gerir a unidade.

A previsão é que sejam realizadas, mensalmente, cerca de oito mil consultas, que acontecerão de segunda a sexta-feira, entre 7h e 19h. Inicialmente serão ofertados atendimentos com médicos clínicos, geriatra, cardiologista, enfermeiro, fisioterapeuta, psicólogo, terapeuta ocupacional, assistente social, nutricionista e fonoaudiólogo; a maioria especializada em saúde da pessoa idosa. Depois, o Hospital do Idoso também terá cirurgias geral, vascular e urológica; atendimentos com neurologista, urologista, proctologista, entre outros. A unidade municipal ainda terá capacidade para 700 internações e 500 cirurgias mensais.

Na área de Apoio Diagnóstico, do hospital, serão realizados mais de 30 mil exames por mês, entre eles os de imagem, como raio-x, ultrassonografia, tomografia e ressonância magnética; endoscopia e colonoscopia; exames do coração, como holter, ecocardiograma, eletrocardiograma, exames neurológicos, como eletroneuromiografia e eletroencefalograma, além de punção e biópsia.

PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO – O projeto do Hospital contou ainda com o ordenamento do comércio na calçada da avenida Recife, em frente à unidade. Ao todo, 23 comerciantes informais de alimentos que tradicionalmente atuavam na área serão alocados para uma praça de alimentação adequada, pronta para receber pacientes, familiares e acompanhantes, garantir segurança e dignidade para os trabalhadores. O cadastro dos comerciantes foi realizado pela Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano do Recife (Semoc). A iniciativa evita a instalação irregular de ambulantes na calçada do equipamento, que precisa ter o passeio público livre para a passagem segura dos pedestres. Os boxes serão entregues gratuitamente aos trabalhadores e vão ter toda a estrutura sanitária necessária para a correta manipulação de alimentos.

PAINÉIS – O Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa ganhou três painéis do artista pernambucano José Ferreira de Carvalho, conhecido como Ferreira, de 71 anos. Produzidos entre janeiro e junho, especialmente para o novo hospital, as pinturas retratam três diferentes fases da vida: a infância, a juventude e a terceira idade. As obras foram pintadas em cerâmica vitrificada, em diferentes tamanhos (3m x 3,5m, 3m x 10m e 3,5m x 13m). O pintor, escultor, ceramista e vitralista já participou de exposições nacionais e internacionais, tendo suas obras expostas na França, Alemanha, Holanda, Portugal e República Dominicana.

Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa em números:

–  8 mil m² de área construída

–  72 leitos, com 10 UTIs

–  13 consultórios

–  4 salas de cirurgia

– 8 mil consultas por mês

–  700 internações por mês

–  500 cirurgias por mês

– Mais de 30 mil exames por mês

–  Cerca de 500 profissionais de saúde, sendo aproximadamente 70 médicos

 

Leia também:

>>Prefeito visita obra do programa Parceria da SDS Recife

>>Prefeito do Recife comparece a entrega de via de acesso ao Alto Santa Terezinha

 

Da redação do Portal de Prefeitura com informações do Gabinete de Imprensa da PCR

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com