Educação

Aberto novo Laboratório de Ciência e Tecnologia da Rede Municipal de Ensino do Recife

A implantação dos laboratórios paras os alunos do 6º ao 9º ano faz parte do programa Escola do Futuro

A rede pública municipal de ensino cresceu nas duas últimas edições do IDEB, e segue avançando na instalação de Laboratórios de Ciência e Tecnologia. Desta vez, os 329 alunos de Anos Finais e do Travessia (correção de fluxo) da Escola Municipal de Tempo Integral (EMTI) Divino Espírito Santo terão um salto de qualidade na aprendizagem com o novo laboratório, o 8º da rede municipal. O prefeito Geraldo Julio conferiu de perto o resultado do trabalho da gestão municipal na manhã desta quarta-feira, quando também verificou o trabalho do Programa Parceria realizado na Rua 2ª Travessa Padre Henrique, no bairro da Várzea.

Laboratório entregue na escola de tempo integral
laboratório entrgue na EMTI Divino Espírito Santo. Foto: Andrea Rego Barros/PCR

 

“Mais um laboratório de ciência e tecnologia na nossa rede, agora na Escola Divino Espírito Santo. O maior de todos os que a gente fez até agora. Um laboratório que tem a parte de química, física, biologia, matemática e traz também a parte de tecnologia, inovação e robótica. Um laboratório que tem cortadora a lazer, impressora 3D, conexão de internet, a parte de robótica, o desenvolvimento aqui das crianças trazendo para cá as vivências da vida cotidiana, e aprendendo aqui dentro do laboratório”, comentou o prefeito no local. “Esses laboratórios transformam a rede municipal de educação. Recife é capital que pela segunda vez é a que mais cresceu no IDEB em todo o Brasil. Todos esses investimentos têm participação nesse trabalho. Os profissionais do Recife, que são apaixonados, agora estão tendo melhores condições de fazer o seu trabalho”, complementou ele.

A implantação dos laboratórios paras os alunos do 6º ao 9º ano faz parte do programa Escola do Futuro, que tem como um dos pilares a inovação. As atividades desenvolvidas dentro de um ambiente de ciências e tecnologia ajuda a desenvolver o pensamento crítico e a incluir digitalmente os estudantes da Rede de Ensino do Recife.

Os laboratórios seguem um padrão e dispõe de uma metodologia de aprendizagem inovadora distribuída em quatro quadrantes: robótica, experimentação, espaço maker e ciências.

Laboratório entregue na escola de tempo integral
laboratório entrgue na EMTI Divino Espírito Santo. Foto: Andrea Rego Barros/PCR

“Com esses novos equipamentos, os estudantes começam a desenvolver metodologia científica e se sentem motivados a buscarem soluções aos desafios acadêmicos e a exercerem protagonismo nas Feiras de Conhecimento”, pontuou Bernardo D´Almeida, secretário de Educação do Recife.

Nos espaços, os estudantes trabalham com kits de montagem de robótica, microscópios, vidraria, substâncias químicas reagentes, peças de anatomia básica, tablets, câmeras de foto, filmagem, impressora 3D, dentre outros itens. A capacidade do laboratório dessa EMTI é de receber até 36 estudantes simultaneamente.

Neste novo cenário de isolamento social, o laboratório da unidade foi equipado para poder ser híbrido, ou seja, as atividades também podem ser desenvolvidas virtualmente. Durante a entrega, haverá dois momentos mostrando o funcionamento do laboratório.

Um interativo com o equipamento sendo apresentado pelos estudantes, com a coordenação do professor; e uma aula de experimento sobre ondas sonoras, poluição sonora e agravos da saúde, incluindo atividades em aplicativo.

Atualmente, a rede possui sete laboratórios em funcionamento, beneficiando cerca de três mil estudantes. Cada laboratório tem um investimento aproximado de R$ 200 mil, vindos do Tesouro Municipal. Vale ressaltar, ainda, que todas as unidades educacionais possuem acesso à internet.

Além do laboratório, a EMTI Divino Espírito Santo possui 15 salas de aula, Sala de Recursos Multifuncionais, biblioteca, pátio, quadra poliesportiva, campinho, sala de dança, cozinha, refeitório, banheiros com box individual, sala de reunião, salas administrativas, almoxarifado e estacionamento. A unidade atende alunos do 5º ao 9º ano, alunos do Travessia (correção de fluxo), totalizando 15 turmas.

Laboratório entregue na escola de tempo integral
EMTI Divino Espírito Santo. Foto: Andrea Rego Barros/PCR

Laboratórios inaugurados:
1. E.M Pedro Augusto, na Boa Vista
2. E.M Prof Antonio de Brito Alves, na Mustardinha
3. E.M Rodolfo Aureliano, na Várzea
4. E.M Costa Porto, no Coque
5. E.M Antonio Farias Filho, em San Martin
6. EMTI Nadir Colaço, na Macaxeira
7. E.M. Professor Florestan Fernandes, Ibura de Baixo
8. EMTI Divino Espírito Santo, na Caxangá

 

Leia também:

>>Prefeitura do Recife promove qualidade de vida com calçamento de rua e requalificação de escadaria

Da redação do Portal de Prefeitura com informações do Gabinete de Imprensa da PCR

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com