Corrupção

PF faz buscas em gabinete do governador do Pará, Helder Barbalho

Operação investiga supostos desvios em contratos para a gestão de hospitais durante a pandemia. Dois secretários e um assessor do governador Helder Barbalho foram presos.

Helder Barbalho (MDB), governador do Pará, é alvo de mandado de buscas pela Polícia Federal (PF), na manhã desta terça-feira (29), por suspeita de participar de uma suposta organização criminosa que praticava desvios de recursos da Saúde durante a pandemia.

A PF também prendeu dois secretários e um assessor de Barbalho. São eles: o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Parsifal de Jesus Pontes, o Secretário de Transportes Antonio de Padua e o assessor de gabinete do governador Leonardo Maia Nascimento.

A operação, batizada de SOS, investiga o desvio de R$ 1,2 bi  em contratos da Saúde do Estado. Segundo a PF, foram 12 contratos firmados entre o governo do Pará e organizações sociais para administração de hospitais públicos do Estado, inclusive os hospitais de campanha criados por conta da pandemia do coronavírus.

No total, a operação cumpre 12 mandados de prisão temporária e 41 mandados de busca e apreensão expedidos pelo ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça.

Negociação direta

Com base nas mensagens obtidas por meio do celular de André Felipe de Oliveira, representante da empresa SKN, O Antagonista divulgou que o governador Helder Barbalho teria tido negociação direta com a compra de respiradores para o enfrentamento da Covid-19 no Pará.

O político teria violado as normas de contratações públicas para beneficiar o amigo empresário. Na conversa datada em 20 de março de 2020, André envia ao governador seu “cartão de visitas” com o nome de “Diretor da SKN” e escreve: “Qualquer produto hospitalar que vc precisar me envia aespecificações (SIC) durante o dia que na madrugada meu pessoal levanta nos fornecedores na China, que fornecem para epidemia de lá”.

Em resposta, Barbalho enviou dados encaminhados por sua equipe técnica e André levanta os valores dos respiradores.

Ver mais:

>> Polícia Federal faz operação contra desvio de R$ 9 milhões de recursos do SUS no Rio

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com