Acusação

Alexandre Frota é denunciado pelo Ministério Público por falsidade ideológica

O parlamentar é acusado de usar o nome de um ex-assessor parlamentar como 'laranja' em duas empresas de publicidade e eventos.

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo por falsidade ideológica. Ele é acusado de usar um ex-assessor parlamentar como ‘laranja’ em duas empresas de publicidade e eventos.

Segundo o autor da denúncia, o promotor Marcelo Mendroni, o deputado é o dono das empresas, porém colocou o nome de Marcelo Ricardo Silva como proprietário das empresas. Além disso, Frota, “nos dias 17 de julho de 2017 e 22 de março de 2018, inseriu ou fez inserir declaração falsa em documentos apresentados à Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp) com o objetivo de prejudicar direito e/ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante”.

“Nas duas ocasiões, Alexandre Frota de Andrade se retirou dos quadros societários das empresas e colocou um de seus funcionários como proprietário formal”, apontou o promotor.

Frota mentiu sobre o nome das empresas para receber dinheiro com ocultação de valores.

Ainda de acordo com Mendroni, a DP Publicidade Propaganda e Eventos Ltda. e a F.R. Publicidade e Atividades Artísticas e de Espetáculos Ltda. “sempre funcionaram como empresas de fachada” e nunca funcionaram nos endereços em que estão cadastradas e também nunca realizaram serviços.

Ver mais: 

>> Defesa de Lula afirma que Lava Jato faz mais uma acusação ilegal

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com