Opinião

Carlos Bolsonaro: “Panelaços contra o presidente, orquestrados por ONGs vagabundas”

O presidente Bolsonaro usará o discurso de abertura para rebater críticas de que seu governo segue inerte na questão ambiental.

O presidente Jair Bolsonaro, abrirá nesta terça-feira (22), a 75ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em discurso às 10 horas da manhã. ONGs promovem panelaços em todo Brasil durante o discurso do presidente pressionado por entidades estrangeiras por causa das queimadas recentes no Brasil.

Na noite desta segunda-feira (21), em mensagem no Twitter, o filho número 03 do presidente, o vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro repudiou uma ação coordenada de organizações ambientais.

“Todas as ONGs vagabundas se organizando nas redes sociais para orquestrar panelaços contra o Presidente amanhã em seu discurso para a ONU. Este tipo de MOVIMENTO ORQUESTRADO jamais será investigado e nem será motivo de inquérito, óbvio! O LÍDER ELEITO DA NAÇÃO é alvo!”, escreveu Carlos.

https://twitter.com/CarlosBolsonaro/status/1308208886277603328

Ver mais: 

>> Pelo segundo ano, Amazônia é tema de Bolsonaro em discurso na ONU

>> Governo libera R$ 10 milhões para combate a incêndio no Pantanal em MT

>> Governo libera quase R$ 4 milhões para combate aos incêndios no Pantanal

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, também denunciou “interesses ocultos” de nações, ONGs e personalidades em “prejudicar o Brasil”.

“As ONGs têm por trás potências estrangeiras para nos apresentarem ao mundo como vilões do desmatamento e do aquecimento do planeta. Pior, usam argumentos falsos, números fabricados e manipulados e acusações infundadas para prejudicar o Brasil.”

Desde o ano passado, o governo brasileiro é alvo de críticas de parte da comunidade internacional com relação às políticas adotadas para o meio ambiente. Nas últimas semanas, países europeus disseram que a postura do Brasil nessa área pode inviabilizar a confirmação do acordo comercial Mercosul-União Europeia.

O discurso de Bolsonaro ocorre na esteira das queimadas no Pantanal. Em setembro, o bioma teve recorde histórico de focos de incêndio.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com