Eleições 2020

Missionária Michele Collins é confirmada como candidata à reeleição pelo PP

“Se for a vontade de Deus, iremos continuar trabalhando pelo povo e pela cidade do Recife. O nosso mandato é para a Honra e Glória do Senhor”, enfatizou.

A vereadora mais votada do Recife em 2016, Missionária Michele Collins (PP) foi confirmada, nesta quarta-feira (16), como candidata a vereadora da cidade na convenção do Partido Progressista. A convenção foi realizada online respeitando todas as recomendações em prevenção ao novo coronavírus.

Segundo Michele, seu mandato é para a Honra e Glória do Senhor Jesus. “Se for a vontade de Deus, iremos continuar trabalhando pelo povo e pela cidade do Recife. O nosso mandato é para a Honra e Glória do Senhor”, enfatizou.

Veja Mais 

Acessibilidade: Michele Collins visita Nova Conde da Boa Vista
Michele Collins ressalta importância do trabalho das comunidades terapêuticas

 

A Missionária Michele Collins, que é formada em administração de empresas, é casada com o deputado estadual, Pastor Cleiton Collins e mãe de três filhos. Sua missão é a luta contra as drogas e em favor da família, garantindo assim, direitos às mulheres, crianças, jovens e adolescentes, como também lutando em prol dos direitos das pessoas com deficiência e/ou doenças raras.

Michele Collins

A vereadora é uma das mais atuantes na área da pessoa dom deficiência com leis como a nº 18.040/14 que diz respeito aos estabelecimentos públicos e privados do Recife, que deverão adaptar à altura de pelo menos um de seus guichês para o atendimento de pessoas com deficiência que dependem de cadeira de rodas para sua locomoção; e a lei nº 18.166/15, onde obriga as autoescolas da nossa cidade a disponibilizaram, no mínimo, um veículo adaptado para utilização de seus alunos com deficiência.

lém disso, a lei nº 18.257/16 pede a presença de intérprete de libras (Língua Brasileira de Sinais) na administração direta e indireta do Recife e a lei nº 18.016/14 que proíbe o atendimento aos idosos, gestantes e pessoas com deficiência no segundo piso das agências bancárias.

Para a parlamentar, mesmo com todos os avanços, ainda há muito o que percorrer para se ter um Recife acessível a todos.

“Ainda há muito o que fazer para garantir que a pessoa com deficiência tenha acessibilidade, uma saúde de qualidade e que seja ouvida. Quantos lugares faltam rampas de acesso, elevador apropriado, calçadas que um cadeirante e um cego possam andar. Quando se fala em interprete de libras isso fica ainda mais distante. Por isso, a criação da semana traz esse debate a sociedade e ao poder público”, explicou.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com