Incomum

Indonésia: Cidadãos são condenados a cavar covas por não usar máscara

As sepulturas serão usadas para vítimas do novo coronavírus. A punição foi cumprida no cemitério de Ngabetan, na regência de Gresik, um dos principais pólos industriais do país asiático.

Indonésia: Cidadãos são condenados a cavar covas por não usar máscara

Pessoas que não usaram máscara em locais públicos foram obrigadas a cavar covas, na Indonésia. Foto: Reprodução/Rede Social

Publicado em 16 de setembro de 2020 - 21:31

Por

Oito pessoas que desrespeitaram a determinação do governo da Indonésia de usar máscara em locais públicos foram obrigadas a cavar covas.

A penalidade foi cumprida no cemitério Ngabetan, numa localidade chamada Gresik. O governo local justificou a curiosa sanção alegando que faltam coveiros para suprir a demanda de sepultaments decorrentes da Covid-19

A punição foi cumprida no cemitério de Ngabetan, na regência de Gresik, um dos principais pólos industriais do país asiático.

As sepulturas serão usadas para vítimas do novo coronavírus cujos enterros têm sofrido atraso, destaca o jornal Estado de Minas.

A informação foi divulgada, nesta terça-feira (15), pela autoridades locais, que apontaram uma escassez de coveiros para a alta demanda de óbitos.

A Indonésia tem atualmente mais de 225 mil casos registrados oficialmente de Covid-19 e 8.965 mortes provocadas pelo vírus.

Os dados são da Johns Hopkins University, o que coloca o país em 21º no ranking mundial da doença.

Covid-19 no Brasil

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 1.113 óbitos e 36.653 novos casos relacionados ao novo coronavírus. Os dados estão no balanço diário do Ministério da Saúde divulgado na noite desta terça-feira (15).

Desde o início da pandemia, 133.119 pessoas morreram em razão da covid-19. Ontem, o sistema de dados do Ministério da Saúde marcava um total de 132.006 óbitos. Outros 2.445 ainda estão em investigação pelas autoridades de saúde.

Ainda de acordo o balanço diário, o número de pessoas diagnosticadas com covid-19 desde o início da pandemia chegou a 4.382.263. No painel do Ministério da Saúde, o número de casos acumulados ontem estava em 4.345.610.

Do total de infectados,  3.671.128  se recuperaram da covid-19 desde o início da pandemia, isso representa 83,8%. Atualmente, 578.016 pacientes estão em tratamento, ou seja, 13,2%.

Os números diários são menores aos domingos e segundas-feiras em razão das dificuldades para alimentação pelas secretarias estaduais. Já às terças-feiras, o número em geral é maior em função do acúmulo de registro encaminhado ao painel do Ministério da Saúde.

A letalidade (número de óbitos pelo total de casos) ficou em 3%. A mortalidade (número de falecimentos por 100 mil habitantes) está em 63,3. Já a incidência (total de casos por 100 mil habitantes) subiu para 2085,3.

Covid-19 nos estados

São Paulo é o estado com o maior número de óbitos (32.963), mas vem apresentando queda nos indicadores. Há cinco semanas, São Paulo registra a diminuição na média móvel de mortes por dia e, há duas semanas, redução na média móvel de casos. A queda é lenta, mas tem sido constante.

Rio de Janeiro registra o segundo maior número de mortes (17.180); seguido por Ceará (8.739), Pernambuco (7.914) e Pará (6.387).

As unidades da Federação com o menor número de mortes até o momento são Roraima (611), Acre (642), Amapá (682), Tocantins (822) e Mato Grosso do Sul (1.106).

 
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com