Pré-candidatura

Réu por homicídio doloso, Doutor Bumbum se candidata a vereador do Rio

O ex-médico indiciado pela morte de uma paciente em procedimento estético, se filiou ao Podemos.

Réu por homicídio doloso, Doutor Bumbum se candidata a vereador do Rio

Ex-médico se filiou ao Podemos. Foto: Reprodução

Publicado em 14 de setembro de 2020 - 12:13

Por

Réu por homicídio doloso qualificado no processo que investiga a morte de uma paciente durante um procedimento estético, o ex-médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido popularmente como Doutor Bumbum, anunciou que é pré-candidato a vereador do Rio de Janeiro pelo Patriota. As informações são da Band News.

Nas redes sociais, o ex-médico se inspira em nomes da direita como Caio Coppolla e o apresentador Sikêra Jr. Ele usa os perfis para falar de saúde, dicas de vida saudável e criticar a mídia a qual ele só coloca como vítima.

Processo

Doutor Bumbum teve a prisão preventiva decretada pela Justiça do Rio de Janeiro, em julho de 2018, após ser indiciado pela morte de Lilian Calixto, de 46 anos, que passou mal depois que Denis aplicou 300 ml de PMMA nos glúteos. O produto tem uso pela Anvisa apenas em pequenas quantidades. Lilian faleceu horas após ter sido socorrida.

A aplicação foi realizada na própria residência de Denis, uma cobertura localizada na Barra da Tijuca, onde ele fazia de consultório. Em maio de 2019, Denis Furtado teve o registro profissional cassado pelo Conselho Regional de Medicina de Goiás (CRM-GO). Mesmo exercendo o trabalho no Rio, o ex-médico tinha cadastro válido na Zona Oeste de Brasília.

Ver mais:

>> Crivella tentou impedir demolição de casa para beneficiar Romário

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com