Eleições 2020

Candidatura de Lula Cabral (PSB) à reeleição no Cabo é oficializada

A oficialização foi na convenção do partido, realizada nesta sexta-feira (11).

Candidatura de Lula Cabral (PSB) à reeleição no Cabo é oficializada

Lula Cabral exerce o terceiro mandato de prefeito do Cabo de Santo Agostinho. Foto: Divulgação

Publicado em 12 de setembro de 2020 - 09:39

Por

A Frente Popular do Cabo de Santo Agostinho oficializou, na noite desta sexta-feira (11), a candidatura à reeleição do prefeito Lula Cabral (PSB). Durante ato, Cabral apresentou a vereadora Edna Gomes (PP) como candidata a vice prefeita.

A convenção no modelo drive-in aconteceu na Praça 9 de julho, na PE 60, bairro da Cohab.

“Temos que continuar a mudança que começamos em 2005, com planejamento mudamos a nossa cidade, porque o povo ajudou a construir e é assim que vamos continuar avançando”, conclamou Lula Cabral fazendo um balanço das ações de suas gestões.

A convenção contou com as presenças dos deputados federais, Eduardo da Fonte (PP), Bispo Ossesio (Republicanos) e os deputados estaduais Fabíola Cabral (PP) e William Brigido (Republicanos).

Lula Cabral exerce o terceiro mandato de prefeito do Cabo de Santo Agostinho. Já governou o município no período 2005 a 2012. É empresário do setor de transportes e já foi deputado estadual por três vezes e presidente da JUCEPE.

Já a candidata a vice prefeita Edna Gomes é bacharel em Direito e exerce o segundo mandato de vereadora do Cabo. Foi a primeira mulher da história do município a ser vice prefeita no período de 2013 a 2016. Edna também foi secretária de Programas Sociais nas três gestões do prefeito Lula Cabral.

A Frente Popular do Cabo de Santo Agostinho é formada pelo PSB, PP, PSL, PDT, PROS, PTC, PMN, Avante e Republicanos. Foram homologadas também 180 candidaturas à Câmara Municipal.

No Recife, PDT declara apoio a João Campos

O deputado federal Túlio Gadêlha (PDT), anunciou, em coletiva de imprensa, sua desistência de disputar a eleição no Recife e declarou apoio ao deputado João Campos (PSB).

“É hora de unir o campo de esquerda no Brasil e oferecer uma alternativa ao lulapetismo”, disse Gadêlha em referência a aliança do
PDT com o PSB.

Segundo a colunista Roberta Julgmann, Túlio indicou Rodrigo Patriota para a vice de João Campos.

O deputado criticou o PSB, em seu post no Instagram e citou o nome de Rodrigo Patriota, mas não cravou Rodrigo como vice de João.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com