Impeachment

Impeachment contra Doria é assinado por deputados bolsonaristas

Se condenado, o governador poderá, além de perder o mandato, tornar-se inabilitado para o exercício de qualquer função pública por 8 anos

Impeachment contra Doria é assinado por deputados bolsonaristas

Carla Zambelli assina pedido de impeachment. Reprodução Twitter

Publicado em 10 de setembro de 2020 - 20:51

Por

Deputados bolsonaristas da Assembléia Legislativa de São Paulo protocolaram nesta quinta-feira (10/9) um pedido de impeachment contra o governador João Doria, a quem acusam de ter cometido crime de responsabilidade. De iniciativa da deputada estadual Valéria Bolsonaro (PSL), o documento é assinado pelo deputados estaduais Douglas Garcia (PTB), Castello Branco (PSL), Danilo Balas (PSL), Frederico D’Avila (PSL), Major Mecca (PSL) e Gil Diniz (PSL). A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), bolsonarista de primeira linha, também subscreve o pedido.

Em nota, os políticos alegam desvios descritos como a compra de três mil respiradores da China, com um envio antecipado de mais de R$ 240 milhões e sem receber ao menos um aparelho em solo nacional.

Veja Mais

Major Olímpio protocola pedido de impeachment contra João Doria

Também denunciam o sobrepreço de produtos e eventual beneficiamento indevido de terceiros em contratações emergenciais pelo governo de São Paulo e, desta vez, os produtos foram luvas cirúrgicas.

Caso condenado, João Doria poderá, além de perder o mandato, tornar-se inabilitado para o exercício de qualquer função pública pelo período de oito anos.

 

Impeachment contra Doria

O senador Major Olímpio (PSL-SP) também já chegou a pedir impeachment contra o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

O primeiro foi apresentado ao presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Cauê Macris, por Crime de Responsabilidade com processo de Impeachment; e o segundo, junto ao Procurador Geral de Justiça do Estado de São Paulo, Gianpaolo Smanio, por ato de Improbidade Administrativa.

Olimpio alega que Doria cometeu desvio de finalidade e abuso do poder ao utilizar helicóptero de uso policial para fins pessoais. Ele também aponta que o governador cometeu crime de responsabilidade ao determinar o bloqueio da rua onde mora para impedir o acesso e possíveis protestos.

Em nota, a assessoria de imprensa do governador João Doria classificou o pedido como “oportunista”, e as denúncias como “descabidas”

Confira a nota na íntegra:

“Mais uma vez o senador Major Olímpio tenta, de maneira oportunista, criar fatos políticos que o destaquem. As denúncias apresentadas por ele contra o governador João Doria são, além de descabidas, evidências de seu desrespeito com os paulistas que vivem hoje a maior crise da história recente da humanidade. Melhor seria se gastasse seu tempo procurando soluções aos problemas sociais, de saúde e econômicos da população que tentando aumentar os likes nas redes sociais. O PSDB de São Paulo tem total confiança nas ações do governador João Doria e está focado, neste momento, em ajudar São Paulo a ultrapassar essa crise.”

 

 

 

Fonte: metropoles.com

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com