Nota

Embratur esclarece que ex-diretor Osvaldo Matos não foi alvo de sindicância interna por assédio sexual

O Presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, repudia veementemente e lamenta que “fake news” sejam publicadas envolvendo os nomes da instituição.

Embratur esclarece que ex-diretor Osvaldo Matos não foi alvo de sindicância interna por assédio sexual

Embratur/ Foto: Divulgação

Publicado em 9 de setembro de 2020 - 17:46

Por

A Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo) repudiou através de uma nota que o ex-diretor Osvaldo Matos não foi alvo de sindicância interna por assédio sexual.

O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, repudiou e lamentou que “fake news” como essa sejam publicadas, no intuito de prejudicar a imagem da instituição e do ex-servidor.

A nota ainda afirma que a Embratur “se coloca à disposição do ex-diretor Osvaldo Matos para prestar esclarecimentos e coibir que atos como estes”.

Ver mais:

>> Gilson Machado Neto é o novo presidente da Embratur

>> Vídeo: Presidente da Embratur se atrapalha no inglês e paga mico

>> Embratur vira agência e prevê benefícios fiscais para o turismo

Veja a nota oficial:

“A Embratur esclarece que o ex-diretor Osvaldo Matos em nenhum momento foi alvo de sindicância interna por assédio sexual. O ex-diretor Osvaldo Matos renunciou ao mandato por motivos pessoais e, ainda segundo sua carta de renúncia, inadiáveis.

O Presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, repudia veementemente e lamenta que “fake news” sejam publicadas envolvendo os nomes da instituição, do ex-servidor e do seu próprio nome.

Para quaisquer providências legais, a Embratur se coloca à disposição do ex-diretor Osvaldo Matos para prestar esclarecimentos e coibir que atos como estes, que atentam contra as reputações de pessoas e instituições, fiquem impunes.”

Retratação

O Portal de Prefeitura, veículo de mídia digital, independente e privado se baseia pelo jornalismo comprometido na verdade e em fontes reais para que assim possa gerar determinados conteúdos. E desta forma fizemos ao verificar que o blog do Ricardo Antunes noticiou que o publicitário e diretor de Marketing, Osvaldo Matos, teria sido demitido da Embratur por suposto assédio sexual.

O conteúdo não foi criado, inventado ou surgido por nós, nossa equipe checou um blog, que mantém até o presente momento a informação. Após isso, fomos procurados e prontamente a nota/esclarecimento de que tal assunto não procede, foi divulgada no site. 

Não foi e não é de interesse algum do Portal, macular, denegrir ou comprometer qualquer cidadão com inverdades, acusações ou denúncias. Por esse motivo, pedimos desculpas se prejudicamos alguém. Contudo, ressaltamos que prontamente nos colocamos a disposição para ouvir a outra parte e sem nenhuma resistência oferecer o direito de resposta.

Nota de esclarecimento da Embratur.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com