Contra

Clarissa Tércio critica liberação de plantio de maconha

A parlamentar chamou a atenção para os danos que o uso que a planta faz, na saúde e na vida de jovens e de suas famílias.

Clarissa Tércio critica liberação de plantio de maconha

A deputada Clarissa Tércio critica liberação do plantio da maconha/ Foto: Divulgação/ Portal de Prefeitura

Publicado em 8 de setembro de 2020 - 15:06

Por

Em vídeo postado em sua rede social, a deputada Clarissa Tércio criticou o plantio da Cannabis para uso medicinal. O tema veio a debate, por conta do Projeto de Lei nº 399/2015, em tramitação no Câmara dos Deputados, prevendo a liberação do plantio da maconha.

Na postagem, a parlamentar chamou a atenção para os danos que o uso que a planta faz, na saúde e na vida de jovens e de suas famílias, muitas vezes, segundo eles, irreversíveis.

“A família brasileira é contra! principalmente aquelas que conhecem de perto os estragos devastadores que a maconha faz na saúde e na vida dos jovens e das suas famílias. Muitas mães perderam seus filhos para sempre, para as drogas. Sabemos que existem outros interesses por traz desse projeto, que extrapolam apenas o uso medicinal”, ressaltou a parlamentar.

A deputada também informou que os defensores da liberação do cultivo da Cannabis, auxiliaria no tratamento neurológico de algumas crianças, mas na verdade, o que desejam é aprovarem esse projeto, de forma “sorrateira”, abrindo precedente para a liberação de forma indiscriminada da maconha.

“Não podemos permitir que esse projeto seja aprovado! Vamos nos mobilizar em prol da vida de nossos jovens”, disse Clarissa.

Liberado

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou a comercialização do primeiro produto à base de cannabis. O tempo total para análise do pedido de autorização foi de 42 dias, segundo a Anvisa.

De acordo com a autorização divulgada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (22), o produto é um fitofármaco, com concentração de THC de até 0,2%.

Esse é o primeiro registro concedido pela agência desde que o órgão aprovou uma regulamentação que abre espaço para venda de produtos à base de Cannabis nesses locais, com base em alguns critérios.

A autorização da agência prevê que ele seja prescrito para casos em que não há outras alternativas de tratamento com resultado satisfatório. A lista de doenças não foi informada. A fabricante é a empresa Prati-Donnaduzzi.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com