Juntos

Juntos pela Cultura se unem para concorrer à Câmara de Vereadores

Os “Juntos pela Cultura” é formado por quatro artistas negros e de periferias da cidade Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, que se juntaram e lançaram suas pré-candidaturas ao cargo de vereador, em forma de mandato coletivo.

Juntos pela Cultura se unem para concorrer à Câmara de Vereadores

O pré-candidatos do Juntos pela Cultura em Olinda/ Foto: Gilmar Raimundo

Publicado em 5 de setembro de 2020 - 11:27

Por

As eleições 2020 em Olinda podem representar um marco para a política local. A cidade Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, poderá ter o primeiro mandato coletivo de sua história. Chamado de “Juntos pela Cultura”, quatro artistas negros e de periferias se juntaram e lançaram suas pré-candidaturas ao cargo de vereador, em forma de mandato coletivo.

A primeira co-candidatura olindense é formada pelo produtor de eventos Emanuel Albuquerque do Nascimento( Nequinho) 56; o compositor Luiz Carlos da Silva, (Ciço) 42; o cantor Carlos Eduardo de Oliveira (Eduardo Rossi), 41; e o produtor cultural Harryson Moura da Silva, 43.

Esta é a primeira vez que o partido Solidariedade, lança apoio a um projeto de mandato coletivo em uma das mais antigas cidades do Brasil.

O coletivo têm como objetivo construir uma nova forma de representação, participação e exercício democrático, de modo que, políticos e a sociedade civil, estabeleça uma relação mais próxima entre os seus representantes e às necessidades da população.

Os Juntos pela Cultura, pretende atuar pela melhoria das escolas, creches,  geração de emprego, condições de moradia, abastecimento d’água, esgotamento sanitário, e, principalmente, pela valorização dos artista, grupos e instituições culturais da cidade de Olinda, entre outras demandas.

O projeto político, iniciativa pioneira na cidade, conta com o apoio do Movimento Canavial, rede articulada composta por artistas, produtores culturais, pesquisadores, instituições e grupos de cultura, que atuam pela preservação, memória, empoderamento, sustentabilidade da cultura popular pernambucana, há cerca de 16 anos.

Pelas determinações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o mandato coletivo é representado apenas por um membro do grupo. Sendo eleito, representará o coletivo. Entretanto, todas as decisões em relação ao mandato são definidas em conjunto.

Juntos pela Cultura se unem para concorrer à Câmara de Vereadores

O pré-candidatos do Juntos pela Cultura em Olinda/ Foto: Gilmar Raimundo

Biografia dos candidatos:

Emanuel Albuquerque do Nascimento ( Nequinho) 56 anos; é olindense, e reside no bairro de Peixinhos. Em mais de cinco décadas, ele coleciona importantes vivências com a cultura local. Entre elas, a fundação do Bloco Afro Lamento Negro, um dos percussores do mangue Beat.

Também foi o responsável por idealizar o folguedo Viva São Jorge.  Na comunidade, é considerado um articulador político cultural, e líder comunitário. Dentro da cultura, conquistou inúmeras experiências que proporcionaram vários aprendizados, a exemplo de facilitador, curador, produtor de eventos culturais e privados.  Recentemente, licenciou-se da vice-presidência da Liga Carnavalesca de Troças e Blocos de Peixinhos, para participar do processo eleitoral.

Luiz Carlos da Silva, (Ciço), 42 anos, olindense, e reside no bairro de Peixinhos. Ao longo de toda sua vida foi pautada pela vivência artísticas.  No seu currículo, há experiência em roadie, direção de palco, gestão de carreira. Além disso,  tem uma longa trajetória como Artista plástico, cenógrafo, Músico, compositor, cantor, intérprete, e produtor de eventos.

No serviço público, acumulou experiência como cerimonial da Prefeitura de Olinda.  Dentro de uma proposta de trabalho em rede, contribuiu para realização de vários eventos culturais realizados na própria cidade, como Festival Natora Independente, Cena Peixinhos, Cine arte curta peixinhos, entre outros.

Carlos Eduardo de Oliveira (Eduardo Rossi), 41 anos, Bacharel em Direito e Turismo,  pós-graduado em Gestão Pública. Morador do bairro de Jardim Brasil 2, em Peixinhos, sempre teve uma vida pautada na arte.  Suas habilidades são: músico, compositor, cantor e Intérprete. Além disso, acumula no currículo, formação técnica na área de produção cultural, curador e facilitador coordenador de projetos.

Harryson Moura da Silva, 43 anos, é natural de Olinda, e reside na comunidade do Alto Nova Olinda. Seu trabalho tem sido focado na produção cultural e artística, coordenação e execução de projetos. Na música, coleciona participação na Banda Carranza. Dentro da comunidade, tem prestado inúmeros serviços, sendo articulador político cultural e líder comunitário.

Por meio da cultura, ele também coleciona outras  vivências culturais, a exemplo de curador, diretor de palco, logística, coordenador de produção de eventos culturais e privados. Experiência em Marketing, produção, coordenação e execução de eventos e projetos. Planejamento, captação de recursos e divulgação.

Da redação do Portal com informações da Assessoria do Juntos pela Cultura

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com